Publicidade
Terça-Feira, 18 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Alunos de escola municipal de Itajaí vão para Portugal

Depois de dois anos trocando cartas com alunos de colégio dos Açores, os estudantes vão conhecer os amigos

Carla Superti
Vale
Divulgação/ND
Doze alunos vão para o intercâmbio cultural

 

 

Doze alunos da escola  básica Professora Judith Duarte de Oliveira, de Itajaí, vão para Portugal conhecer estudantes da escola básica e secundária Ilha de São Roque do Pico, nos Açores, em Portugal. Eles fazem parte de um projeto onde passaram dois anos trocando cartas, fotos, vídeos e experiências com as crianças da escola portuguesa.

Os estudantes partem para o país no dia 29 de maio com dois professores e sete mães para conhecer a Ilha do Pico, no arquipélago dos Açores, e retornam ao Brasil no dia 19 de junho. A troca de cartas e a viagem fazem parte do projeto “Resgatando Raízes”, que incentiva os estudantes a valorizarem as raízes e manifestações culturais. As primeiras cartas que eles escreveram para os estudantes portugueses foram sobre a cultura do Brasil, de Itajaí, além de curiosidades sobre a escola, bairro, amigos.

Em 2014, os alunos itajaienses receberam outras cartas com respostas, fotos e informações sobre os estudantes porugueses, além de presentes. A partir daí, outras cartas foram trocadas. "Acreditamos que, por meio do resgate cultural, é possível fazer também um resgate da cidadania. Conhecer e vivenciar a cultura local ajuda a tornar o educando parte integrante da sociedade em que está inserido e, consequentemente, lhe proporcionará condições de bem estar social no ambiente em que vive", comenta Kátia Cristina Steil Sabel, diretora da escola de Itajaí.

Entre os conteúdos abordados durante o projeto estão a localização geográfica das Ilhas dos Açores, a colonização do litoral catarinense de Itajaí, os costumes e tradições açorianas e catarinenses (boi-de-mamão, festa do divino, pão-por-Deus, artesanato, lendas, pau de fita e Terno de Reis), a pesca (economia) e gastronomia local, história dos sobrenomes e gráficos e tabelas. A viagem é custeada pela Secretaria de Educação de Itajaí, o Governo dos Açores e algumas empresas da região de Itajaí.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade