Publicidade
Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C

PT de Chapecó divulga nota sobre o caso Chiarello

"Existem muitas interrogações, para não dizer falhas, no percurso das investigações", escreveu a executiva do partido

Redação ND
Oeste
Divulgação/ND Oeste
No comunicado, o partido declara que "ainda aguarda as investigações e os esclarecimentos necessários acerca das denúncias feitas por Marcelino Chiarello

 

Na quinta-feira (18), a executiva municipal do Partido dos Trabalhadores em Chapecó divulgou uma nota comentando o laudo final da Polícia Federal sobre a morte do vereador petista Marcelino Chiarello. No comunicado, o partido declara que "ainda aguarda as investigações e os esclarecimentos necessários acerca das denúncias feitas por Marcelino Chiarello no exercício de seu mandato". 

A nota também diz que existem muitas "interrogações" e falhas nas investigações da morte e no andamento do processo. Leia o documento na íntegra:

Considerando a divulgação de laudo da Polícia Federal indicando suicídio a causa-morte do ex-vereador Marcelino Chiarello, o Partido dos Trabalhadores de Chapecó se manifesta da seguinte forma:

1)      O PT de Chapecó reitera a atuação do vereador Marcelino Chiarello em defesa do povo de Chapecó. No exercício do seu mandato, que lhe foi conferido de forma legítima e democrática pelo povo, atuou como poucos dentro das prerrogativas constitucionais de um legislador. Acompanhou e fiscalizou a administração pública, recorrendo, inclusive, por diversas vezes, ao Ministério Público contra atos e esquemas de desvio de dinheiro público. Diante disso, o PT de Chapecó ainda aguarda as investigações e os esclarecimentos necessários a cerca das denúncias feitas por Marcelino Chiarello no exercício de seu mandato. Quais sejam:

a)      Contrato sem licitação do transporte coletivo de Chapecó;

b)      Licitação irregular das lombadas eletrônicas;

c)      Terceirização da merenda escolar;

d)      Venda de terrenos públicos pelo executivo municipal;

e)      Subvenções sociais do estado de SC.

2)      Segundo informações existe no inquérito mais de um laudo técnico, sendo que o único médico legista que examinou o corpo do vereador Marcelino Chiarello, logo após sua morte, afirma com segurança que se trata de homicídio. Este profissional tem mais de 20 anos de atuação em Chapecó e no Instituto Geral de Perícias (IGP), tendo a confiança da comunidade no seu trabalho. O laudo da PF não encerra as investigações, tendo em vista que o Ministério Público ou ainda o juiz responsável pelo processo podem solicitar novas diligências. 

3)      Infelizmente existem muitas interrogações, para não dizer falhas, no percurso das investigações e na condução do processo, que colocam dúvidas sobre os resultados técnicos apresentados até o momento. A própria família, os advogados e o assistente técnico indicado não tiveram acesso a todas as informações contidas no processo. Segundo informações que temos, o assistente técnico teve limitada a sua atuação durante a exumação do corpo do vereador Marcelino Chiarello.

4)      Diante disso, o PT de Chapecó, continuará em busca da verdade. Porque é nosso compromisso preservar a memória e as lutas do nosso companheiro vereador Marcelino Chiarello.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade