Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

Municípios começam a sofrer com a seca no Oeste

Nesta sexta-feira, Ipira decretou situação de emergência seguindo o mesmo caminho de outros municípios oestinos

Bruna Deitos
Oeste

Mesmo com a chuva prevista para este fim de semana no Oeste, a água que cair, e se cair, não deve aliviar a situação dos municípios que já começam a decretar situação de emergência no Oeste. Há poucos dias Jaborá decretou situação de emergência. Foi o primeiro município a tomar a decisão. Em seguida veio Irani. Agora, Peritiba e Ipira também seguiram o mesmo caminho. A administração municipal de Ipira tomou a decisão na manhã desta sexta-feira (30).

O verão nem chegou oficialmente, mas o calor e as altas temperaturas não dão trégua. Segundo informações, houve uma redução de 30% no milho, sendo que apenas 50% da área foi plantada até o momento para a próxima safra em Ipira. Para o leite, as estimativas de perdas também giram em torno dos 30%, o que equivale a 350 mil litros. Já o feijão e o fumo registram redução de 50%.

A agricultura, que ainda se quer se recuperou da última estiagem no fim de 2011 e início de 2012, sabe que terá momentos de dificuldade pela frente. Algumas propriedades rurais estão sendo abastecidos com água vindo de caminhões da prefeitura. No último ano, 132 municípios decretaram situação de emergência.

Além de Ipira, o município de Piratuba também deve decretar situação de emergência por causa da escassez de chuvas. Uma reunião está em andamento para tratar desse assunto. Já Alto Bela Vista deve seguir o mesmo caminho na próxima segunda-feira (3), caso não chova neste final de semana. Os agricultores chapecoenses também já sentem o reflexo da estiagem. Algumas culturas como o milho e o soja já estão sendo afetadas.

 

Arquivo/ND Oeste
Em Chapecó, agricultores também já sentem o reflexo da falta de água nas plantações

 

Com colaboração da Rádio Aliança.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade