Publicidade
Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C

Motoristas embriagados provocam acidentes similares em Seara e Joaçaba

Em ambos os casos, veículos saíram da pista e bateram contra postes da rede elétrica

Redação ND
Oeste
Divulgação/Caco da Rosa/ND Oeste
O condutor fugiu do local, mas foi localizado pelos policiais

 

Um motorista embriagado foi detido pela Polícia Militar (PM) depois de bater o carro em um poste e fugir do local no começo da madrugada desta sexta-feira (24), na Avenida Caetano Natal Branco, em Joaçaba. De acordo com a PM, o Chevrolet/Vectra com placas de Luzerna atingiu violentamente a estrutura de concreto, deixando o poste suspenso apenas pelos cabos de energia.

Quando os policiais e as equipes de socorro chegaram ao local, o veículo estava vazio. Uma guarnição da PM iniciou as buscas e encontrou o motorista caminhando na avenida. Ele foi encaminhado à delegacia e, mesmo tendo se recusado a fazer o teste do bafômetro, foi lavrado um auto de constatação por embriaguez. Depois de pagar fiança de cinco salários mínimos, o motorista foi liberado.

Por causa da batida, moradores da avenida e do bairro Santa Tereza ficaram sem energia elétrica. A Celesc foi acionada para fazer o reparo na rede e restabelecer a eletricidade.

Divulgação/Caco da Rosa/ND Oeste
O carro ficou destruído com o impacto

 

Divulgação/Caco da Rosa/ND Oeste
O poste ficou suspenso apenas pelos cabos de energia

 

Divulgação/Caco da Rosa/ND Oeste
Depois de pagar fiança, o motorista foi liberado

 

Segundo caso

Em Seara, um acidente parecido foi registrado por volta das 2h50 dessa sexta-feira (24). Um poste na Rua Sete de Setembro foi atingido por um VW Gol com placas de Xavantina conduzido por um homem de 35 anos.

O motorista não se feriu, mas foi preso e levado para a delegacia em Concórdia depois de ter sido submetido ao teste do bafômetro, que apontou 0,84 mg/L. O veículo ficou com a parte da frente destruída com o impacto. 

Divulgação/Rádio Atual FM/ND Oeste
Veículo ficou com a parte da frente destruída

Com informações do portal Caco da Rosa e Rádio Belos Montes

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade