Suspeito de matar argentino dentro de casa, em São José, é preso nesta quinta-feira

Atualizado

O principal suspeito de matar o argentino Gustavo Bergonzi, encontrado degolado e com o órgão genital arrancado dentro da própria casa, em São José, foi detido na noite desta quinta-feira (14). O suspeito, um homem de 25 anos, foi preso em flagrante e teve o pedido de prisão preventiva encaminhado pela polícia ao Poder Judiciário. A polícia aponta que ele conhecia a vítima há quatro anos.

O corpo da vítima foi encontrado na tarde de terça-fera (12), em uma casa do bairro Floresta. Durante as investigações, a polícia recebeu a informação de que o suspeito estaria escondido em Palhoça e planejando uma fuga. No flagrante, foram encontrados objetos que comprovam a participação no crime.

O homicídio chocou os moradores do bairro. Próximo à vítima, que segundo informações repassadas à polícia morava há dez anos no Brasil, foram encontradas inscrições feitas com sangue na parede. Além disso, um símbolo semelhante a uma estrela de Davi, de seis pontas, foi desenhado.

Mais conteúdo sobre

Polícia