Aposentada será indenizada por banco após ter R$ 41 mil sacados de forma irregular, em SC

Um banco terá que pagar uma indenização por danos materiais e morais a uma mulher que teve R$ 41 mil sacados de sua conta de forma irregular, por terceiros, diretamente na boca do caixa. Além de determinar a devolução do montante à aposentada, a desembargadora Maria do Rocio Luz Santa Rita, relatora da matéria, determinou que a instituição a indenizasse em R$ 10 mil. A ação foi ajuizada em 2014 e tramitou na comarca de Florianópolis do TJ (Tribunal de Justiça) de Santa Catarina.

De acordo com a sentença, confirmada pela 3ª Câmara Civil do TJ, a mulher conta que a financeira falhou na prestação do serviço bancário, pois permitiu que outra pessoa retirasse o dinheiro em espécie ao apresentar documentos falsos.

Em sua defesa, o banco alegou que não cometeu ato ilícito e nem houve falha na prestação de serviços, pois o dano foi causado por terceiro. Para a desembargadora, ficou evidenciada a negligência da instituição ao permitir que uma terceira pessoa sacasse mais de R$ 40 mil em espécie, em nome de outra, sem aviso prévio e sem nenhum tipo de cuidado.

Mais conteúdo sobre

Cidade