Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Udesc confirma que Joinville vai ser sede do primeiro curso superior de dança do Estado

Coordenadora do projeto, Sandra Meyer, enfatiza a importância da faculdade para a formação de educadores na área, não somente artistas

Rosana Ritta
Joinville

“Para mim, isso significa muito. Uma conquista em minha carreira. Entrei na Udesc em 1989 e desde então vinha sonhando com a perspectiva de uma graduação em dança. Sem dúvida, este curso vai alavancar a pesquisa da dança no Estado, aprimorando o ensino e a formação de professores.” Desta forma, a ex-bailarina e professora da Udesc (Universidade do Estado de Santa Catarina) de Florianópolis, Sandra Meyer, recebeu, quase ao mesmo tempo em que a imprensa, a confirmação, nesta quarta-feira (21), de que Joinville vai ser sede do primeiro curso superior de formação em dança de Santa Catarina.

Sandra, coordenadora do projeto de instalação do novo curso e professora das disciplinas de dança do curso de licenciatura em teatro e da pós-graduação em teatro da Udesc em Florianópolis, diz que há anos esperava pela implementação deste projeto, mas não havia dotação orçamentária.

 

 

Rosane Lima/Arquivo/ND
Sandra Meyer, professora das disciplinas de dança da Udesc e coordenadora do projeto de implantação do curso superior

 

 

“Vamos ver a viabilidade e a discussão do projeto pedagógico. Eram perspectivas, mas não eram realidades”, disse, ainda demonstrando surpresa, ciente de que a decisão é também política.

A decisão de instalação do curso foi confirmada pelo governador Raimundo Colombo na reunião do colegiado desta segunda-feira. Ela seria anunciada oficialmente na tarde desta quinta-feira (22), quando o secretário de Estado de Educação, Eduardo Deschamps, estará, às 17h30, no campus da Udesc de Joinville. Mas com a divulgação da decisão nas redes sociais, a Udesc acabou voltando atrás na informação dada pela manhã de que a ideia estava amadurecendo e de que não havia nada confirmado e acabou confirmando que Joinville foi mesmo escolhida.

A secretária de Desenvolvimento Regional, Simone Schramm, disse que Joinville foi escolhida para receber o curso por ser sede da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, além de realizar anualmente o maior festival de dança do mundo. “O curso será realizado em parceria com o Bolshoi e isso fará dele uma iniciativa única no país”, disse Simone.

“Havia uma lacuna muito grande em relação à formação e à preparação de professores, pois os cursos de dança formam artistas e não professores. A ideia é que este curso consiga preparar melhor profissionais para atuarem na área de formação”, reforça Sandra Meyer, destacando que os formados estarão aptos a atuar no ensino fundamental e médio, em academias, espaços culturais e outras áreas artísticas em que o aperfeiçoamento em dança se faz necessário.

 

Formação acadêmica é prioridade


O projeto do curso superior de dança começou a ser elaborado em 2008 pelo Ceart (Centro de Artes da Udesc), em Florianópolis. O curso deve ser implementado junto à ELA (Escola Livre de Artes) da Udesc, mas diferentemente dos cursos da ELA, que caracterizam-se pela curta duração, e por não ter faixas etárias definidas, adotará os mesmos padrões dos demais cursos da Udesc, com ingresso semestral e turmas regulares, estabelecendo-se como um curso permanente da instituição, público e gratuito. Serão oferecidas 40 vagas, com seleção via vestibular, com provas teórica e prática.

Para viabilização do projeto, a Udesc Joinville solicitou à SDR (Secretaria de Desenvolvimento Regional) e ao governo do Estado a doação de toda a área que abriga a Escola Germano Timm, além da antiga sede que já foi cedida à universidade para o funcionamento da ELA. A Udesc realizará o restauro e adaptação dos espaços, transformando-os em um grande centro cultural e de dança.

Além de espaço adequado, o projeto também necessita da ampliação do repasse orçamentário à Udesc, equivalente a um acréscimo de 0,042% no valor recebido pela universidade, passando o seu percentual de 2,49% para 2,53%.

 

Parceria com Ceart já formalizada

 

Conforme o diretor da Udesc Joinville, Leandro Zvirtes, esse recurso é fundamental para execução de qualquer projeto de criação de um curso de nível superior. “Com o aval do governo para a doação do espaço, a viabilização do aumento do repasse e a parceria com o Ceart já realizada, todas as condições para viabilização do curso se efetivaram. Agora, precisamos avançar nos trâmites legais o quanto antes para que em 2014 já possamos ter o primeiro vestibular do curso superior de dança”, disse. Sandra, mais reticente, acredita que será viável a partir de 2015.

O investimento inicial para o restauro do colégio Germano Timm é de aproximadamente R$ 2,5 milhões. O projeto encontra-se finalizado e já aprovado nos órgãos competentes. Os recursos virão do Pacto pela Educação do Estado. A Udesc Joinville aguarda a viabilização final dos recursos para lançamento do edital de concorrência.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade