Publicidade
Segunda-Feira, 17 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 32º C
  • 22º C

Livro retrata o cotidiano das famílias e alunos da Escola de Teatro do Bolshoi de Joinville

Fotógrafo Henrique Pontual e equipe percorreram 16 mil km pelo país. Foram mais de 15 mil cliques que resultaram em livro lançado nesta semana com cerca de 400 imagens selecionadas com curadoria da diva Cecília Kerche

Suelen Soares da Silva
Joinville
Henrique Pontual/Divulgação/ND
Os bastidores das apresentações também foram registrados pela equipe da KBMK

 

Diferentes realidades e histórias de vida estão retratados no livro “Escola Bolshoi – Arte e Cidadania” do fotógrafo Henrique Pontual. O lançamento do livro em Joinville ocorreu nesta quarta, na sede da Escola Bolshoi. No lançamento, Amigos do Bolshoi, diretores, funcionários, alunos e os representantes da KBMK, produtora do livro, que doou 250 exemplares para a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil. Além disso, os bailarinos da Companhia Jovem do Bolshoi irão realizar uma apresentação em comemoração a este evento.

Célia Campos, diretora administrativa e financeira do Bolshoi, diz estar lisonjeada em nome da sede de Joinville, pela homenagem. “Ficamos felizes com o resultado, é outro olhar. Ele conseguiu captar a essência dos alunos”, conta emocionada.

O fotógrafo Henrique Pontual é pernambucano, mas está radicado no Rio de Janeiro há vários anos. Encantado pela diversidade existente entre os alunos da Escola de Teatro Bolshoi no Brasil, elaborou um livro, que conta através de imagens a arte da dança como transformadora de vidas.

Ele conta que a pesquisa para este trabalho começou em 2010. Juntamente com sua equipe, percorreu 16 mil quilômetros fotografando os alunos em seus lares e família, para que pudesse clicar as origens de cada um. “Conhecemos realidades diferentes, famílias simples, mas bem estruturadas e outras sem estrutura alguma”, relembra.

Destes quase quatro anos, 15 mil fotografias foram geradas. E foi preciso mais quatro meses, para que se pudesse chegar a 168 páginas com mais de 200 fotos impressas. Esta escolha teve a curadoria de Cecília Kerche, primeira bailarina do Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

Segundo Luiz Kerche, produtor da KBMK, o livro foi idealizado pelo trabalho social que a escola acaba tendo com estes alunos. E explica que o balé foi o fio condutor desta pesquisa. “Nós conhecemos as famílias, acompanhamos na escola, a formatura e, o mais importante, a transformação social”, ressalta.

Como o livro tem apoio do Ministério da Cultura, através da Lei Rouanet, o fotógrafo Henrique Pontual e o produtor Luiz Kerche, também realizaram uma palestra, como contrapartida do projeto, onde falaram sobre os bastidores do projeto e como foi todo processo de produção.

O livro “Escola Bolshoi – Arte e Cidadania” tem patrocínio da Copper Trading, idealização e fotografia artística de Henrique Pontual, textos de Tenara Gabriela, produção executiva de Luiz Kerche, produção de Karla Kalife e curadoria artística de Cecilia Kerche. O livro já foi levado à Moscou, Rússia, em um primeiro lançamento, que ocorreu no início deste mês.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade