Publicidade
Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 17º C

Festival Grito Rock acontece hoje em Joinville

Macaco Bong e Medialunas se unem às joinvilenses Sylverdale e Miopa em show do Plug Rock Bar

Redação ND
Joinville
Divulgação/ND
Power Trio Macaco Bong é uma das bandas independentes mais cultuadas do momento

Joinville é a próxima parada do Grito Rock 2012. Um dos maiores festivais integrados da América Latina chega à cidade hoje, no Plug Bar. As bandas que foram selecionadas farão um show especial para celebrar o rock, participando de uma rede que movimentará mais de 200 cidades em 15 países.

 

O festival integra o Fora do Eixo, plataforma independente de circulação de projetos culturais.  Quem coordena as ações por aqui é Hélio de Sousa, integrante da Fevereiro da Silva e conhecido agitador de shows em Joinville. Para a noite, ele ajudou a selecionar quatro bandas para tocar. Duas são de Joinville e as outras duas de fora do estado.

Só não foi acertado ainda qual grupo joinvilense vai abrir o show de hoje, se será a Sylverdale ou a Miopia. Mas uma coisa é certa: a primeira banda entra no palco às 23h em ponto. “O show vai ser pontual, tem que ser rigoroso, sem folgação”, disse Hélio.  Para isso, a ideia é de que as duas bandas de Joinville tenham uma hora cada para se apresentar. A gaúcha Medialunas e a mato-grossense Macaco Bong, as grandes atrações da noite, podem ultrapassar esse limite.

Trazer uma banda de fora do estado para fazer um show local pode representar um alto custo quando se fala em hospedagem, alimentação e transporte. Nesse sentido, o Grito Rock veio como uma alternativa viável para bandas independentes que querem fazer circular seus trabalhos pelo maior número de cidades. “Oferecemos alimentação e hospedagem solidária na casa de alguém, além de parte do valor da porta. O transporte estamos dividindo com Itajaí e Florianópolis”, explicou Hélio.

E o festival atraiu muitos interessados. As inscrições para tocar em Joinville puderam ser feitas pela internet até fevereiro e ultrapassam a marca de 120 inscritos. “Teve banda que se inscreveu de Natal, Brasília, Recife...”, cita Hélio. A disponibilidade em viajar de tão longe chega até a assustar. Mas, para isso, ele tem uma explicação: “É muita vontade de tocar”.

A primeira edição do Grito Rock foi em 2002, na cidade de Cuiabá (MT), como alternativa para os roqueiros durante o Carnaval. O projeto cresceu e no ano passado, pela primeira vez, teve edições em todos os estados brasileiros. “Imagina como isso está crescendo. Para as bandas independentes, é um negócio fantástico”, avalia Hélio.

 

O quê: Grito Rock com apresentações das bandas Sylverdale, Miopia, Medialunas e Macaco Bong

Quando: hoje, a partir das 23h

Onde: Plug Rock Bar, rua Inácio Bastos, 241.

Quanto: R$ 20 (homens) e R$ 15 (mulheres)

 

Convidados que vêm de longe

 

Nascido em Cuiabá (MT) em 2004, o Macaco Bong ganhou destaque no cenário da música independente brasileira, com suas influências de world music, fusion e música brasileira. Depois de lançar o disco “Artista Igual Pedreiro” e o EP “Verdão e Verdinho”, o trio formado por Bruno Kayapy (guitarra) Ynaiã Benthroldo (bateria) e Gabriel Murilo (baixo) está em fase de pré-produção do disco “This Is Rolê”, com lançamento previsto para maio. O primeiro trabalho despontou críticas positivas da revista Rolling Stone, sendo eleita como o melhor álbum de 2008.

Se a peculiaridade do Macaco Bong é não ter vocal, a outra atração da noite não usa baixo. Para isso, o gaúcho Medialunas investe nas guitarras distorcidas e na pulsação da bateria. O duo é formado por Andrio Maquenzi (guitarra e voz) e Liege Milk (bateria).

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade