Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

Escola Bolshoi inicia o projeto Conexões com doutora em comunicação e semiótica Sandra Meyer

Três conceituados profissionais da área acadêmica estão dando aulas sobre o desenvolvimento teórico e prático da dança

Rosana Ritta
Joinville

A Escola Bolshoi iniciou essa semana o Projeto Conexões, que tem apoio da Fundação Catarinense de Cultura, por meio do Edital Elisabete Anderle, de estímulo à cultura, do governo do Estado de Santa Catarina.

A proposta visa um curso de desenvolvimento teórico e prático nas áreas de dança contemporânea e interpretação. Três conceituados profissionais assumem esse projeto: a doutora em Comunicação e Semiótica, Sandra Meyer; a doutora em Teatro, Jussara Janning Xavier; e o diretor e coreógrafo do grupo Cena 11, Alejandro Ahmed.

Sandra Meyer ministra até esta sexta as aulas aos alunos da Escola Bolshoi. Dos dias 22 a 26 de agosto, será a vez de Jussara Xavier; e de 26 a 30 de setembro, Alejandro Ahmed. Todas as etapas do projeto têm um evento gratuito e aberto a comunidade, apresentando resultados, baseado no aprendizado do grupo.

E nesta sexta-feira (19), às 18h15, acontece a palestra gratuita e aberta à comunidade "Quem dança, dança para alguém?", com Sandra Meyer. As inscrições podem ser realizadas pelo telefone 3422-4070, ramal 235.

 

A doutora Sandra

Sandra Meyer Nunes é doutora em Artes, Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2006). Possui mestrado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1998) e graduação em Educação Artística - Habilitação Artes Plásticas pela Universidade do Estado de Santa Catarina (1981). É professora associada da Universidade do Estado de Santa Catarina desde 1989, atuando no Curso de Licenciatura em Teatro e no Programa de Pós-graduação em Teatro (mestrado e doutorado). Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Dança e Teatro, atuando principalmente nos seguintes temas: corpo, movimento, cognição, improvisação, ação física e composição.

O curso prático-teórico que é ministrado para os alunos de 6ª a 8ª séries tem com o objetivo promover experiências improvisacionais e compositivas em dança. A proposta pretende desenvolver a idéia da relação com o mundo através do movimento e da produção de efeitos de presença e sentido com práticas de treinamento da percepção cinestésica e da escuta corporal, ampliando a compreensão e o conhecimento do bailarino (a) de gerar presença cênica no espaço/tempo.

 A construção de conhecimento será proveniente de práticas de improvisação e composição do movimento individual e coletiva, bem como através do estudo de performances de artistas e companhias de dança contemporânea brasileiras e internacionais. Trata-se de promover um debate crítico sobre dança ressaltando as abordagens contemporâneas do corpo nos aspectos estéticos, poéticos, éticos, históricos, políticos e filosóficos.

 

* Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade