Publicidade
Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 23º C
  • 18º C

Em palcos internacionais: Ator Marlon Zé assina contrato com companhia argentina

Ator, diretor e figurinista embarca no dia 5 de janeiro para integrar uma das companhias de teatro mais importantes da América Latina

Windson Prado
Joinville
30/12/2016 às 09H12

Um rosto já bastante conhecido dos palcos joinvilenses está de malas prontas para um novo desafio em solo internacional. O ator, diretor e figurinista Marlon Zé, 26 anos, é o mais recente contratado de uma grande companhia argentina e embarca para Buenos Aires no dia 5 de janeiro. Por uma questão contratual, o artista ainda não pode revelar o nome do novo grupo, conhecido por seu estilo de trabalho performativo. Lá ele atuará como stand-ins, uma espécie de ator substituto do elenco principal.

Marlon já morou e atuou na Argentina há alguns anos, e vê neste novo desafio a oportunidade de ampliar seu portfólio, ganhar novas experiências. “Estou muito feliz e ansioso com esta oportunidade. Em Janeiro de 2016 estive em Buenos Aires e tive a oportunidade de assistir ao espetáculo deste grupo. Me apaixonei pela forma do trabalho da companhia, que é uma das mais importantes da América Latina. Fiz contato com a produção, mandei meu material e depois de um ano de expectativa surgiu o convite”, explica o artista.

O ator é paranaense, natural de Rio Negro, mas foi em Joinville que Marlon Zé desenvolveu sua formação artística - Fabrício Porto/ND
O ator é paranaense, natural de Rio Negro, mas foi em Joinville que Marlon Zé desenvolveu sua formação artística - Fabrício Porto/ND


O ator é paranaense, natural de Rio Negro, mas foi em Joinville que Marlon Zé desenvolveu sua formação artística. “Comecei no Paraná fazendo teatro de escola, sem nenhuma perspectiva profissional. Acabei vindo a Joinville em 2012 e me apaixonado pela cultura desta cidade. Aqui fiz amigos, conheci grandes profissionais que ajudaram a construir minha identidade enquanto artista. Muita gente não valoriza, mas Joinville tem artistas muito qualificados e tem formado muita gente boa”, avalia.

Malon Zé já coleciona mais de 15 trabalhos em que atuou como diretor e outros 40 em que esteve interpretando nos palcos brasileiros e estrangeiros. “Tive muitos personagens e trabalhos maravilhosos, ricos, que me ensinaram muito. Já dirigi a “Paixão de Cristo”, no Rio de Janeiro, que foi uma experiência fantástica. E atualmente estou curtindo fazer “Zumbi – o Musical do Canto do Povo”, mas sem dúvida um dos espetáculos que mais significou para minha carreira foi “Euzébio Ramirez”, solo de autoria do argentino Mariano Moro”, detalha o ator, diretor e figurinista que abandou a faculdade de biologia para embarcar na magia da arte da interpretação.

Os trabalhos na companhia argentina iniciam no dia 6, e o artista espera estrear nos palcos “hermanos” em meados de fevereiro. No mês seguinte, Marlon Zé deve voltar a Joinville para no dia 31 de março apresentar o espetáculo Zumbi dos Palmares, do Canto do Povo, no Teatro Juarez Machado, e então retorna à Argentina. “Não posso dar muitos detalhes da companhia por uma questão contratual, mas será uma experiência única. A expectativa está muito grande. Além da companhia vou atuar com o Coletivo Arte Trans. Também quero muito desenvolver trabalhos nas comunidades argentinas”, Marlon Zé, ator

>> Confira alguns trabalhos de Marlon Zé

Marlon Zé interpretando Eusebio Ramirez - Jessica Michels/Arquivo Pessoal/ND
Marlon Zé interpretando Eusebio Ramirez - Jessica Michels/Arquivo Pessoal/ND

Marlon Zé interpretando Willy Wonka - Maria Helen Vieira/Arquivo Pessoal/ND
Marlon Zé interpretando Willy Wonka - Maria Helen Vieira/Arquivo Pessoal/ND

Marlon Zé interpretando Zumbi - Maria Helene Vieira/Arquivo Pessoal/ND
Marlon Zé interpretando Zumbi - Maria Helene Vieira/Arquivo Pessoal/ND




Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade