Publicidade
Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 17º C

Edital Elisabete Anderle tem recorde de projetos inscritos

Edital encerrou na segunda-feira (26) com 1.803 propostas para a cultura

Redação ND
Florianópolis
28/06/2017 às 17H09

O Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura 2017 encerrou as inscrições com um recorde de projetos inscritos: 1.803, superando a marca do prêmio lançado em 2014, que foi de 1.569 propostas. O período de inscrições, que começou no dia 27 de abril terminou na segunda-feira (26). O presidente da FCC (Fundação Catarinense de Cultura), Rodolfo Joaquim Pinto da Luz, credita a marca histórica ao processo de inscrição digital.

“A inclusão do edital no universo digital foi um grande passo para a democratização deste que é o maior mecanismo de fomento à cultura e às artes em Santa Catarina. Um processo que se provou ser mais fácil e barato em termos de operação pelos proponentes, limpo e seguro. Prova disso é que superamos o recorde da edição passada, que teve um prazo ainda maior para inscrições, que foi de 90 dias”, disse o presidente da FCC.

Com investimento total de R$ 5,6 milhões, o edital selecionará até 176 projetos em 11 premiações. Os recursos são do Governo do Estado, com promoção da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e do Conselho Estadual de Cultura (CEC). Proponentes de todo o Estado puderam submeter seus projetos para as seguintes premiações: Culturas Populares; Arte e Cultura Negra e Indígena; Artes Visuais; Dança; Literatura; Música; Patrimônio Material e Imaterial; Museus; Teatro e Circo, Apoio a Eventos Artísticos e Culturais; Bolsa de Trabalho, Intercâmbio e Residências.

Entre as premiações com mais projetos inscritos destacam-se  Música, Apoio a Eventos Artísticos e Culturais, Teatro e Circo, Artes Visuais, Letras e Patrimônio Cultural Material e Imaterial. Com o fim das inscrições, o Edital entra na fase de credenciamento das propostas pelas comissões Permanente de Licitação (CPL) e de Organização e Acompanhamento (COA), que divulgarão a lista dos projetos habilitados e não habilitados no dia 3 de julho. A partir daí, abre-se um prazo de cinco dias para recursos. Na sequência, entra em cena a Comissão de Avaliação e Seleção (CAS), cuja tarefa será julgar as propostas e definir os vencedores em cada premiação, que deverão ser anunciados na primeira semana de agosto.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade