Publicidade
Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 23º C
  • 18º C

Banda joinvilense Bravaro comemora oportunidade de tocar no templo do rock mundial

Como em um sonho, o trio faz sucesso em casas noturnas dos Estados Unidos, em especial a emblemática Whisky a Go Go, mesmo palco por onde passaram grande parte de seus ídolos

Rosana Ritta
Joinville

“As pessoas dão feedback com brilho nos olhos. É algo sincero e novamente ouvimos a expressão de que seremos grandes... Pra, gente é muito gratificante, porque trabalharmos pesado pra conquistar isso...”

Mura Walsh

 

 

Divulgação/ND
O bravo trio em frente à Whisky a Go Go: o show foi gravado e em breve os fãs poderão conferir

 

“Depois do showzaço de ontem no Whisky a Go Go, merecemos uma bela recompensa... Mas caramba... Que show!!!!!”. Esta mensagem, postada pelos integrantes da banda joinvilense Bravaro no Facebook do grupo, no dia 22 último, sintetiza toda a alegria e satisfação de quem conseguiu realizar um sonho. A alegria contida naquele brinde diante de uma bela pizza em um shopping em Santa Mônica, Califórnia, nos Estados Unidos, foi apenas um dos momentos sublimes vividos pelo trio Mura Walsh (guitarra/voz), 31 anos, Rick Hoepers (bateria), 27; e Parffit Jim (baixo/voz), que forma a Bravaro.

Para eles, ver o nome na fachada e ter abertas as portas da Whisky a Go Go, a famosa casa de shows da Califórnia, identificada como a primeira discoteca dos Estados Unidos e mundialmente reconhecida por ter recebido estrelas do rock como The Doors, Janis Joplin, Johnny Rivers, Jimi Hendrix, B.B. King, Cream, Led Zeppelin, Pink Floyd, The Who, Steppenwolf, Alice Cooper, Frank Zappa, Van Halen, Metallica, Aerosmith, Guns N' Roses, Ramones, Soundgarden, The Police, System Of A Down, entre outros, foi o ponto alto da carreira iniciada em 2009. Uma oportunidade imperdível para apresentar seu álbum de estreia, “Volume I”.

“Nós estamos muito felizes com a repercussão da tour americana. Dia 21, foi nossa estreia na lendária casas de shows Whisky a Go Go. Ver o nome da Bravaro na fachada da casa mais importante do rock n' roll mundial é algo emocionante, de verdade”, descreve Mura.

Ele conta que tudo sai perfeito. “A passagem de som já foi ótima. O profissionalismo do pessoal é incrível. O show foi antológico pra gente. Sem dúvida, foi um dos melhores shows da banda e, felizmente, esse show foi filmado profissionalmente e em breve estará disponível”, anuncia.

 

Divulgação/ND
Mura, Parffit e Rick em frente à Funhouse, em Seattle, onde também se apresentaram

 

A energia positiva do público

Outro aspecto importante para os músicos foi a interação com o público. “A casa estava lotada e a energia e aceitação do público foram sensacionais. O feedback que recebemos após o show foi muito legal, de verdade. Na mesma noite, conversamos com um produtor de cinema que frequenta o WaGG há 20 anos e ele disse que seríamos grandes ainda.”

A banda ficou em Hollywood até o dia 23. Depois, seguiu para Seattle. “A cidade é incrível, com muita gente bonita e belas opções pra comer e beber. Fomos o headliner de um mini festival que ocorreu na Funhouse, casa de shows de Seattle.” Mais uma vez, a casa lotada e a repercussão do show foram consideradas incríveis também. E a banda só rejeitou convites para novas apresentações em outras casas porque o cronograma não permitiu.

E depois de dois dias de passeios em Vegas, neste sábado retornam para Los Angeles, onde neste domingo se apresenta em um festival. “Tudo está permitindo que a gente fique cada vez mais coeso e com a certeza de que os passos que estamos dando estão nos guiando ao caminho certo…” O retorno para o Brasil está previsto para o dia 1º.

"Volume I", álbum de estreia da Bravaro, está disponível nas principais plataformas digitais e ainda em http://www.bravaro.bandcamp.com; http://www.open.spotify.com/album/4OAr6qYSYTBAeh6rj11XmU... e http://www.bravaro.net

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade