Publicidade
Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 19º C

Associação de Dança reivindica espaço na antiga Prefeitura de Joinville

Anacã marcou manifestação para a tarde desta quinta, onde também comemorará a instalação de uma faculdade de dança na cidade

Redação ND
Joinville

Bailarinos e agentes culturais ligados à área da dança em Joinville, liderados pela Anacã (Associação dos Grupos de Dança), preparam um ato público com dupla intenção para esta quinta-feira (12), às 17h30. A concentração será em frente à Escola Básica Germano Timm, na rua Orestes Guimarães, 406, Centro. A seguir, o grupo segue caminhada pelas ruas de Joinville, até a antiga Prefeitura. Os organizadores sugerem que os participantes usem figurinos de dança ou uniformes de seus grupos, academias e escolas. Em caso de chuva, recomenda-se capas plásticas e guarda-chuvas e sombrinhas coloridos.  

Em um primeiro momento, a manifestação será de comemoração pela confirmação da instalação de um curso superior de dança para a cidade, anunciada em agosto, pela Udesc. Em um segundo momento, na chegada à antiga Prefeitura, haverá um ato reivindicatório pela transformação do prédio da antiga Prefeitura de Joinville em um Centro Cultural, com espaço para os grupos de dança da Cidade da Dança.

Os manifestantes pretendem fazer um movimento de “ocupação externa” do imóvel, com a fixação de faixas e cartazes reivindicando que o local se transforme num centro cultural, com espaço para que os grupos de dança de Joinville possam desenvolver suas pesquisas e produções, ensaiar e apresentar seus trabalhos.

Para a entidade organizadora, a ocupação do antigo prédio pelo Festival de Dança de Joinville, com pinturas de street art do Encontro das Ruas, voltou os olhos da cidade para esse espaço que está ocioso desde que a Secretaria de Educação deixou de ocupá-lo como almoxarifado, na administração do prefeito Carlito Merss.

No momento, o espaço é cogitado para ser sede do Ittran (Instituto de Trânsito e Transporte de Joinville), mas a proximidade com outros pontos de cultura da cidade fez com que os grupos de dança o avaliassem como ideal para seus projetos, que incluem a criação de um galpão de dança.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade