Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Joinville participa de programação nacional de museus

7ª Primavera dos Museus inicia na terça (17) e contribui para levantar a memória e a cultura afro-brasileira

Alexandre Perger
Joinville

Os museus administrados pela Fundação Cultural de Joinville se preparam para uma intensa programação de exposições que integram a 7ª Primavera dos Museus, evento organizado pelo Ibram (Instituto Brasileiro de Museus).

 

Divulgação/ND
Divulgação/ND
Artista plástico Carlos Franzoi organiza mostra da qual é curador

 

Este ano, o tema é “Museus, Memória e Cultura Afro-brasileira”. Em um momento em que se discute cada vez mais a inserção de conteúdo sobre a cultura africana nas escolas, também se faz necessário a arte entrar nesse circuito e mostrar o que tem feito dentro desse debate, contribuindo com novos olhares e linguagens, acrescentando na tarefa de eliminar preconceitos.

Nesse sentido, a 7ª edição da Primavera dos Museus poderá ajudar a quebrar barreiras no conhecimento e mostrar a riqueza de um povo que ficou esquecido em meio a relatos históricos que priorizaram os feitos dos europeus que por aqui chegaram. Além disso, suscitar discussões.

Em Joinville, falar em memória da cultura afro vem bem a calhar, tendo em vista que a história dos primeiros negros que habitaram essas terras teve pouco espaço ao longo das últimas décadas. Levantar o tema por meio de exposições, documentários e outras apresentações será o desafio dos artistas que terão seus trabalhos expostos durante o evento.

Nacionalmente, a programação vai do dia 23 a 29 de setembro. Mas, em Joinville, a abertura está prevista para amanhã, das 19h às 22h, nos anexos 1 e 2 do Museu de Arte de Joinville, na Cidadela Cultural Antarctica. Serão quatro exposições nos dois espaços.

No anexo 1, com curadoria do coordenador do MAJ, Marcos Rück, estarão abertas as exposições Véu de Veronica”, de Maristela Winck, “Ice Visions”, do artista Patrick Tedesco, e “Paisagens Oníricas”, de Clara Figueira. Enquanto no anexo 2, será apresentada a mostra “Faz Sentido”, reunindo dez artistas, com curadoria do artista plástico Carlos Franzoi. As exposições terão entradas gratuitas e ficam abertas até o dia 27 de outubro, com visitação de terça a sexta, das 9 às 17h. Aos sábados e domingos, o horário é das 12 às 18h.

Programação em todo o país

Em todo o Brasil, a Primavera dos Museus deve realizar cerca de 2.600 atividades em municípios de todo o país. Serão 884 instituições que abrirão o espaço para ações educativas, oficinas, exposições e visitas educativas.

Além do Museu de Arte, o Museu do Sambaqui, Museu Nacional de Imigração e Colonização e Estação da Memória também irão integrar a programação do evento em Joinville, apresentando diversas atividades.

Após o MAJ, a Estação da Memória será a próxima instituição a abrir as portas, dos dias 23 a 28 deste mês. Na sequência, dia 24, tem o Museu Arqueológico de Sambaqui e no dia 25 é a vez do Museu Nacional de Imigração e Colonização.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade