Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Werner Voigt, sócio fundador da WEG, morre aos 85 anos em Jaraguá do Sul

Empresário estava internado desde o último sábado com problemas de saúde

Redação ND
Joinville
Divulgação/WEG
Sócio fundador da WEG, Werner Voight morreu aos 85 anos

 

Morreu nesta quarta-feira (1), em Jaraguá do Sul, Werner Voigt, sócio fundador da empresa de motores elétricos WEG.

O empresário de 85 anos estava internado desde o último sábado (28), no Hospital São José, com problemas de saúde. No ano passado, Voigt havia sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) de gravidade média.

Werner, como era conhecido, emprestou a inicial de seu primeiro nome para batizar a WEG, empresa que fundou junto com Geraldo Werninghaus, morto em 1999, e Eggon João da Silva, que morreu em setembro do ano passado.

Nascido no dia 8 de setembro de 1930, descendente de imigrantes alemães vindos da região de Düsseldorf, Werner Ricardo Voigt sempre teve a eletricidade como uma preocupação contínua na cabeça. Desde menino, sempre soube que fios, dínamos, geradores e bobinas fariam parte de sua vida. Aos seis anos já demonstrava toda a sua inclinação para os assuntos da eletricidade, produzindo maquetes completas de serrarias.

Adolescente, foi morar em Joinville, onde estudava no Senai e trabalhava na oficina de Werner Strohmeyer.

Aos 18 anos, foi convocado para servir ao Exército em Curitiba/PR. Após o serviço militar, conseguiu ser um dos dois soldados selecionados para frequentar a Escola Técnica Federal, onde se especializou em radiotelegrafia e eletrônica.

No retorno a Joinville, passa a trabalhar na Empresul, concessionária de energia elétrica, onde permaneceu por dois anos. Aos 23 anos de idade, atuou na oficina de "Kanning & Weber". Em setembro de 1953, contudo, Werner iniciou seu próprio negócio, instalando pequena oficina no centro de Jaraguá do Sul.

A oficina evoluiu, sempre prestando serviços gerais, desde equipamentos domésticos, até em residências e fazendas, no interior do município. Além disto, Werner era o assistente quase exclusivo para a manutenção de cerca de duas dezenas de veículos motorizados que então circulavam em Jaraguá e região.

Montava rádios e radiolas, fabricava e instalava geradores, realizava bobinagens, orientava a instalação de rodas d'água, enfim, a oficina de Werner atendia a praticamente todas as necessidades na área. E os serviços apareciam sempre em maior quantidade, tanto que foi contratando novos auxiliares. Em 1961, a oficina contava com oito colaboradores.

Em 16 de setembro de 1961, fundou a Eletromotores Jaraguá, que passaria a se chamar Eletromotores WEG S.A. O nome é a feliz junção das iniciais dos três fundadores.

A WEG é atualmente uma das maiores fabricantes de equipamentos elétricos do mundo e atua nas áreas de comando e proteção, variação de velocidade, automação de processos industriais, geração e distribuição de energia e tintas e vernizes industriais.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade