Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Vaticano condena padre por distribuir pornografia infantil

Ele vai cumprir a pena na pequena prisão dentro da sede da força policial do Vaticano

Folha de São Paulo
São Paulo (SP)
23/06/2018 às 18H13

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um tribunal do Vaticano condenou, neste sábado (23), um padre católico a cinco anos de prisão pela posse de pornografia infantil. O crime foi cometido quando Carlo Alberto Capella estava nos EUA como diplomata.

Ele vai cumprir a pena na pequena prisão dentro da sede da força policial do Vaticano.

O julgamento levou dois dias. Capella disse que desenvolveu um desejo mórbido depois que chegou aos EUA para assumir o posto na embaixada, em 2016. "Nunca foi parte da minha vida sacerdotal", disse ele ao tribunal.

O Departamento de Estado notificou o Vaticano em agosto de 2017 sobre a possível violação de leis de pornografia infantil e requisitou que a imunidade diplomática de Capella fosse suspensa para dar andamento a um processo no país, mas o Vaticano recusou e o chamou a Roma. O padre também tem um mandado emitido pelo Canadá por distribuir pornografia infantil durante uma visita.

Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade