Publicidade
Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 23º C
  • 18º C

Soldados reforçam atendimento no Cartório Eleitoral de Joinville

Daiana Constantino
Joinville
CARLOS JUNIOR/ND
Com ajuda do Exército, Justiça Eleitoral conseguiu ampliar o número de atendimentos

 

O serviço de cadastramento biométrico dos eleitores de Joinville recebeu reforço do exército e teve o horário de atendimento à população ampliado para a parte da manhã. Ontem foi o primeiro dia da mudança e quem procurou o serviço percebeu mais agilidade no posto do Cartório Eleitoral, que fica em funcionamento até março de 2016, na rua Otto Boehm, número 71, na região central da cidade.   

São 30 soldados atendendo os votantes no local. A parceria do exército com a Justiça Eleitoral, em princípio, deve permanecer até novembro. Segundo o terceiro sargento Leandro Carvalho, que ficará no posto durante esta semana, o número de atendimentos diários deve crescer consideravelmente. “O empenho dos militares já está tendo retorno.” A procura pelo serviço continua grande, mas o atendimento está mais rápido com o auxílio do exército, segundo ele.  

A atendente Sharon Danna Klein, 19, procurou o serviço ontem e concordou com o militar. Segundo ela, apesar da longa fila de espera, o atendimento estava em ritmo acelerado. Ela disse que quis antecipar e garantir o cadastramento biométrico para as próximas eleições. “Vai ser melhor, mais prático e seguro.”

O aposentado Landivo Greipel, 68, também fez o cadastro biométrico ontem à tarde e disse que aprovou o atendimento dos militares. “Foi bem rápido”, comentou. Para o eleitor, a tecnologia significa um avanço importante para o sistema eleitoral brasileiro. “É uma iniciativa boa que vai inibir fraude nas votações”, observou.

Ao todo, são cerca de 110 militares treinados para auxiliar a Justiça Eleitoral em Joinville. Grupos de 30 pessoas vão revezar o serviço semanalmente. Fora os soldados, uma equipe com mais de 55 estagiários e 20 funcionários efetivos da Justiça Eleitoral da cidade presta o serviço. O cartório conta com 63 guichês para atendimento - sendo seis preferenciais.

Segundo o chefe da 19ª Zona do Cartório Eleitoral, Carlos Penayo, até agora, mais de 46 mil cadastramentos foram feitos. “A meta é chegar a 80% até o mês de novembro. Os outros 20% que não comparecem são pessoas que não moram em outro município. Se chegarmos a 80% até novembro, vamos atender em volume normal até março.” Ao todo, são 384.220 eleitores registrados em Joinville.

A capacidade de atendimento diário subiu de 1.400 para 2.000. Penayo disse que um convênio da Justiça Eleitoral de Santa Catarina com o governo do Estado e a Assembleia Legislativa com foi firmado para recrutar estagiários e auxiliar no cadastramento. Mas, por enquanto, não há previsão para o Cartório de Joinville receber esse reforço.

Com o reforço dos militares, o horário de atendimento do posto passou das 9h às 18h. Os documentos necessários para o cadastramento são: carteira de identidade, título de eleitor e comprovante de residência. Além de buscar atendimento no posto, é possível agendar pela internet no site do TRE-SC: www.tre-sc.jus.br.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) iniciou o prazo formalmente para revisão do eleitorado no dia 1º de junho, com término determinado para 22 de maço de 2016. A biometria é uma tecnologia que permite a identificação pelas impressões digitais do cidadão. O objetivo é garantir mais segurança para as disputas e para a identidade do votante, eliminando a chance de uma pessoa votar por outra.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade