Publicidade
Terça-Feira, 20 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Ruas do Centro Histórico de São Francisco do Sul ganharão rede subterrânea de energia elétrica

Investimento previsto é de R$ 4,9 milhões e os trabalhos serão realizados em 11 vias que circundam a orla

Shirlei Paterno
Joinville

Depois de Joinville, é a vez de São Francisco do Sul ser contemplada na região Norte com a instalação da rede subterrânea de energia elétrica. O governador Raimundo Colombo assina na tarde desta quinta-feira (30), a ordem de serviço para o início das obras de instalação. Com investimento previsto de R$ 4,9 milhões os trabalhos serão realizados em 11 ruas que circundam a orla do Centro Histórico.

 

Divulgação/ND
Ordem de serviço para o início das obras de instalação será assinada na tarde desta quinta-feira (30)

 

A solenidade será no Terminal Turístico Naval de São Francisco do Sul, às 15h30, e contará ainda, com a presença do diretor comercial da Celesc (Centrais Elétricas de Santa Catarina), responsável pela obra, Eduardo Cesconeto, da secretária executiva da ADR (Agência de Desenvolvimento Regional) de Joinville, Simone Schramm, e o prefeito de São Francisco do Sul, Luiz Roberto de Oliveira (Zera).

Os recursos serão aplicados em uma extensão de dois quilômetros com início próximo à Biblioteca Pública até o Museu Histórico. Serão beneficiadas as ruas Rafael Pardinho, Manoel Lourenço de Andrade, Quintino Bocaiúva, Babitonga, Dr. Lauro Müller, Largo Almirante Moraes Rego, Almirante Guilherme, Marechal Floriano Peixoto, Comandante Cabo, Sete de Setembro e Coronel Carvalho.

O cabeamento subterrâneo vai dar mais segurança à rede elétrica porque estará protegida de eventos climáticos e colisões de veículos. Também contribui para a melhoria estética da área tombada pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

 

Divulgação/ND
A previsão de término a obra é de 18 meses. Serão instalados mais de cinco mil metros de cabos de média tensão e 36 mil metros de baixa tensão

 

A obra será executada pela empresa Santa Rita Comércio e Instalações Ltda. A previsão de término é de 18 meses. Serão instalados mais de cinco mil metros de cabos de média tensão e 36 mil metros de baixa tensão. Além do lançamento dos cabos, as obras incluem a instalação de cinco transformadores de potência total instalada de 1,75 MVA.

Liberação de recursos e inauguração

Antes de sua passagem por São Francisco do Sul, o governador Raimundo Colombo cumpre agenda em Barra Velha e Balneário Barra do Sul. Às 14h30, ele participa da liberação de recursos para execução de obras da Foz do Rio Itapocu, o evento será na Câmara de Vereadores de Barra Velha, às 13h40, serão liberados R$ 2 milhões para a primeira etapa das obras.

A fixação da Boca da Barra do Rio Itapocu irá acelerar o escoamento das águas e favorecer a macrodrenagem dos municípios incluídos na bacia hidrográfica. Também tende a melhorar a circulação das águas estuarinas e facilitar a entrada dos peixes do mar que se reproduzirem na lagoa e no rio. Outro aspecto positivo será o turismo náutico que tende a crescer com a entrada e saída de barcos para passeios.

Às 14h30, o governador inaugura em Balneário Barra do Sul, a ponte sobre o rio Perequê. Construída com recursos do governo do Estado por meio do Fundam (Fundo de Apoio aos Municípios), foram investidos R$ 1.655.800,12.

Denominada “Nelson Sousa” a ponte faz a ligação entre as ruas Teodoro Bohn, no bairro Costeira e Osvaldo Schubert, no Loteamento Nasário Mendes.

Construída em concreto armado, no formato de arco, permite a passagem de embarcações pesqueiras e de turismo pelo leito do rio. Possui sete metros de pista de rolagem para tráfego de veículos de passeio e de carga, além de ter as laterais projetadas para pedestres e ciclistas.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade