Publicidade
Domingo, 23 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Rixa familiar seria causa de assassinato ocorrido no Natal em Barra do Sul

Dono de uma lanchonete na região central é o principal suspeito da morte de Sebastião Jairo Correia, que levou dois tiros após tirar satisfações por suposta briga envolvendo seu filho

Rosana Ritta
Joinville
Divulgação/ND
 Local do crime, lanchonete está com vidros quebrados, supostamente pela briga da madrugada

 

Uma antiga rixa familiar seria o principal motivo do assassinato de Sebastião Jairo Correia, de 39 anos, na tarde desta sexta-feira de Natal em Balneário Barra do Sul, no Litoral Norte catarinense. O principal suspeito do crime é Cristiano Reinert, 37, dono de uma lanchonete na região central. 

Segundo a equipe da RICTV Record apurou, a rixa começou há algum tempo, quando um dos envolvidos no crime apedrejou a casa do outro. Houve uma tentativa de pedido de desculpas que teria sido interpretada como ameaça e a raiva só crescia entre ambas as famílias. Na madrugada, já havia ocorrido uma briga motivada por tal rixa envolvendo o filho da vítima.

Quando Jairo passou pela lanchonete na tarde desta sexta tirando satisfações porque o filho dele teria apanhado, foi recebido a tiros pelo suspeito. Ele foi atingido por um tiro na boca e outro no abdômen, saiu da lanchonete, entrou no carro, dirigiu por alguns metros e morreu.

A repórter da RICTV, Dani Lando, esteve na Delegacia de Polícia Civil e verificou que representantes das duas famílias estavam lá prestando depoimentos para o plantonista. O suspeito ficou de se apresentar nas próximas horas, na companhia de um advogado. 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade