Publicidade
Quarta-Feira, 26 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 19º C

Quatro freguesias da Grande Florianópolis são tombadas pelo patrimônio histórico

Ribeirão da Ilha, Lagoa da Conceição e Santo Antônio de Lisboa, em Florianópolis e Enseada do Brito, em Palhoça, são contemplados pelo Iphan

Redação ND
Florianópolis
16/11/2016 às 23H01
Tombamento garante preservação de Santo Antônio de Lisboa  - Flávio Tin/ND
Tombamento garante preservação de Santo Antônio de Lisboa - Flávio Tin/ND


O patrimônio histórico da Grande Florianópolis recebeu um importante apoio na luta pela preservação cultural, arquitetônica e paisagística. Quatro freguesias luso-brasileiras – três em Florianópolis e uma em Palhoça – serão tombadas pelo Iphan (Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), conforme notificação recebida pelo governo do Estado de Santa catarina. O documento foi recebido pelo secretário de Estado da Casa Civil, Nelson Serpa, na última quinta-feira (10), para encaminhamentos e resposta ao órgão federal.

De acordo com o Iphan, o tombamento garante a preservação do patrimônio, considerado de elevado valor histórico e paisagístico, do Ribeirão da Ilha, Lagoa da Conceição e Santo Antônio de Lisboa, em Florianópolis, e Enseada do Brito, em Palhoça.

Na Lagoa da Conceição, um dos prédios incluídos no processo de tombamento está a Igreja Nossa Senhora da Imaculada Conceição, a Antiga Casa do Vigário, a Casa Coutino, o Teatro Divino Espírito Santo, a Creperia Degrau, entre outras construções, e a praça da igreja.

O documento foi enviado à FCC (Fundação Catarinense de Cultura) e à SOL (Secretaria de Estado da Cultura, Turismo e Esporte) para conhecimento e avaliação. A notificação foi publicada no Diário Oficial da União, na edição 212 – página 14.

“Esse processo tem uma tramitação em que há necessidade da manifestação do governo de Santa Catarina. Agora vamos ouvir a Fundação Catarinense de Cultura para posteriormente adotar os encaminhamentos necessários e delinear a posição do Estado sobre o assunto”, destacou Serpa.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade