Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Quatro assassinatos são registrados no Litoral Norte em menos de 24 horas

Três crimes aconteceram em São Francisco do Sul. O outro foi em Balneário Barra do Sul

Windson Prado
Joinville
Divulgação/ND
Em Barra do Sul dono de lanchonete foi morto a tiros dentro do carro. Pela manhã peritos do IGP vistoriaram a cena do crime

 

As últimas horas foram marcadas pela violência no Litoral Norte de Santa Catarina. Quatro pessoas moraram assassinadas, três em São Francisco do Sul e uma em Balneário Barra do Sul. O caso mais recente foi no final da manhã desta quarta (20), quando o corpo de um homem foi encontrado em uma construção abandonada na rua Ubirajara Alves de Carvalho, bairro Rocio Pequeno.

A vítima é Júlio Cesar da Costa, 44, conhecido por Júlio Moeda. A Polícia Militar informou que homem teria sido morto na madrugada. Havia marcas de agressão principalmente no rosto da vítima. Ele tinha passagens criminais por furto e envolvimento com o tráfico de drogas. No começo da tarde, equipes do IGP estiveram no local do crime. O corpo será levado ao IML de Joinville.

Durante a madrugada a cidade ainda registrou outro crime que mobilizou os agentes da segurança. Jonatan Verbienenm Lourenço, 24, foi morto a tiros dentro de casa na localidade de Morro da Mina, no bairro Acaraí. A mulher de Jonatan presenciou o crime. Ela tentou acionar os bombeiros, mas quando os socorristas chegaram na propriedade, a vítima já estava sem vida.

A Polícia Militar esteve no local e encontrou uma pequena quantidade de drogas. Jonatan já tinha antecedentes criminais por tráfico. O local onde o rapaz morreu é o mesmo em que duas pessoas foram executadas na noite de sábado. Jonatan será enterrado em São Francisco do Sul e deixa um filho.

O terceiro crime registrado nas últimas horas na cidade está relacionado com violência doméstica. Marilda Ferreira Paris, 58 foi esfaqueada pelo companheiro na noite de terça. Populares ouviram uma grande discussão e acionaram a Polícia Militar. Quando a PM chegou na casa, que fica na rua Pino Palmier de Goneville, no bairro Tapera, encontrou o local fechado.

Ao arrombar a porta, os agentes localizaram o Marilda morta. Adão Elias Paris confessou que golpeou a mulher com uma faca. Ele foi preso em flagrante e está na UPA (Unidade Prisional Avançada) de São Francisco do Sul. O corpo de Marilda será enterrado na tarde desta quarta (20), no Cemitério Municipal de São Francisco do Sul. Ela tinha cinco filhos.

 

Dono de lanchonete é morto a tiros na Barra do Sul

Um homem de 53 anos foi assassinado na madrugada desta quarta (20) no Centro do Balneário Barra do Sul. A vítima é Evaldo Mueller de Souza. Ele estava dentro do carro na rua Francisco Pereira quando vários disparos de arma de fogo. O crime aconteceu na beira da praia em frente da lanchonete dele.

A polícia acredita que o homem chegava em casa, por volta das 3h quando foi surpreendido pelo assassino. O autor dos disparos conseguiu fugir. A Polícia Civil esteve no local. O corpo do homem foi recolhido pelo IGP (Instituto Geral de Perícia) e até o começo da tarde estava no IML (Instituto Médico Legal) de Joinville.

Este foi o primeiro homicídio registrado em Barra do Sul, neste ano. Em dezembro de 2015, uma briga terminou na morte de outro comerciante, há menos de 200 metros do assassinato desta quarta.

 

Joinville segue sem homicídios desde o fim de semana

Joinville está há quatro dias sem registrar homicídios. O último assassinato foi em 16 de Janeiro, quando Eric Jaison Pereira, 23, foi morto por 15 tiros no Comasa. A mais populosa cidade do Estado bateu recorde em número de homicídios em 2015, com 126 ocorrências.  Neste ano, foram sete casos. A Polícia Civil diz estar investigando as mortes, mas ainda não revela detalhes de suspeitos para não atrapalhar os inquéritos policiais.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade