Publicidade
Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 19º C

Protesto interrompe o trânsito na BR-280 nesta sexta

Motivo da manifestação é a desapropriação de terra feita pela Funai contra moradores de 60 imóveis localizados em área indígena

Suellen Dos Santos Venturini
Joinville
Divulgação/ND
Manifestação durou uma hora e provocou fila de aproximadamente cinco quilômetros nos dois sentidos da rodovia

 

Uma manifestação fechou a BR-280 por uma hora na tarde desta sexta (24). Um grupo de cerca de 200 pessoas ficou na frente ao acesso de Balneário Barra do Sul. Eles bloquearam a pista usando pedaços de paus e levantaram faixas. O manifesto é contra a desapropriação de uma área do bairro Conquista, em Barra do Sul.

No dia 18 de outubro a Funai (Fundação Nacional do Índio) notificou moradores de 60 casas. Eles receberam o prazo de 15 dias para sair do local porque, de acordo com a fundação, a área que é habitada pelas famílias é território da União, onde vive uma comunidade indígena. Segundo o departamento da Funai em Joinville, a área foi invadida em 2010.

Já os moradores alegam que as famílias vivem na área há muito mais tempo e que existem provas que os terrenos são propriedades privadas. “Eu tenho a escritura da casa da minha mãe de 1953”, afirma Rosangela Evangelista, 53 anos, que organizou a manifestação.  De acordo com Rosangela, existem índios morando perto do local que está em vias de ser desocupado. “São uns 15 índios, mas não entendo porque eles precisam de tanta terra”, desabafa.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal o protesto gerou um congestionamento de cinco quilômetros dos dois lados da rodovia entre às 13h e 14h. Após uma hora da rodovia fechada, os manifestantes liberaram a rodovia sem tumulto e o trânsito passou a fluir normalmente.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade