Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

Prorrogado inquérito que apura furto de 100 revólveres em quartel da PM em Joinville

Investigação começou no dia três de julho e prazo inicial de conclusão era a primeira quinzena de agosto

Redação ND
Joinville
Fabrício Porto/ND
“Na pior das hipóteses os responsáveis pelo furto são aqueles que trabalhavam ali", afirma o comandante Eduardo do Valles

 

O inquérito que apura o furto de 100 revólveres calibre 38 de um depósito do 8o Batalhão da Polícia Militar, na zona Norte de Joinville, em junho deste ano, foi prorrogado em mais 20 dias. O prazo inicial era de que a investigação, instaurada no dia três de julho, fosse concluída até a primeira quinzena do mês de agosto.
“Já temos algumas linhas de investigação que apontam para determinadas situações”, afirmou o comandante do 8o BPM, tenente coronel Eduardo Luiz do Valles.
De acordo com o comandante, os dez policiais militares que cuidavam do armamento estão afastados das atividades, porém continuam a exercer funções dentro da PM. “Na pior das hipóteses os responsáveis pelo furto são aqueles que trabalhavam ali, mas precisamos ter o cuidado de investigar e não atribuir responsabilidades a quem não tem nada à haver com o caso”, disse o comandante Valles.
Até o final da tarde de ontem, três das armas que foram furtadas haviam sido recuperadas com civis, todas em ocorrências policiais. Os três revólveres estavam com o número de série raspado e só puderam ser identificados após serem submetidas a perícia no IGP (Instituto Geral de Perícias). Um dos revólveres foi apreendido no dia 26 de junho em posse do adolescente Magno Miranda Paruca, 17 anos. Na ocasião o jovem foi liberado, mas acabou morto dez dias depois em uma abordagem da PM no bairro Adhemar Garcia.
Paruca tinha 18 boletins de ocorrência por furto, roubo, desacato e posse de drogas e armas. Ele foi alvejado com quatro tiros após reagir a uma abordagem de policiais militaes do serviço de inteligência (P2), no dia 5 de julho

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade