Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Prefeito de Araquari nega irregularidades em gastos de viagens de idosos

Na última semana, a Justiça decretou o bloquei de bens de João Pedro Woitexem e de outras quatro pessoas

Josi Tromm Geisler
Joinville

Prefeito de Araquari, João Pedro Woitexem (PMDB), esclareceu na manhã desta segunda-feira (4) as denúncias de improbidade administrativa que resultaram no bloqueio dos bens e contas bancárias dele. O prefeito alegou que não houve qualquer irregularidade. “Usamos apenas R$ 7 mil e não R$ 50,5 mil como diz o Ministério Público. E não houve irregularidade, pois a legislação permite o investimento nos idosos”, justifica Woitexem.

 

 

 

Luciano Moraes/Arquivo ND
Explicações. João Pedro Woitexem disse que usou somente R$ 7 mil para investimento em idosos

 

 

A primeira dama, Maria Neuza Woitexem, e outras três pessoas também tiveram decisão em liminar na Justiça de bloqueio de bens. “Confiamos que essa decisão será revertida no Tribunal (de Justiça)”, acredita o prefeito. Ele garantiu que ainda hoje irá entrar com recurso no TJ. Na última semana, a Justiça de Araquari decretou o bloqueio de bens, alegando irregularidades em viagens de idosos feitas a Piratuba, no Meio Oeste catarinense, entre 2011 e 2013.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade