Publicidade
Segunda-Feira, 25 de Setembro de 2017
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C

Grande operação da Polícia Civil combate facção criminosa em Santa Catarina

São cumpridos 112 mandados judiciais em Florianópolis, São José, Balneário Camboriú, Itajaí, Joinville, Araquari e Laguna

Redação ND
Florianópolis
20/04/2017 às 13H38

Uma grande operação deflagrada na manhã desta quinta-feira (20) pela Polícia Civil tem como alvo a atuação de uma facção criminosa em Santa Catarina. São cumpridos 112 mandados de prisão e 40 mandados de busca e apreensão em Florianópolis, São José, Balneário Camboriú, Itajaí, Joinville, Araquari e Laguna. Um líder de facção foi preso no Papaquara com armamento, entretanto, a Deic só deve divulgar todos os números da operação às 14h30 desta quinta.

Líder de facção é preso no Papaquara durante megaoperação da polícia em Florianópolis

Operação contra facção criminosa é realizada em sete cidades de Santa Catarina - Polícia Civil/Divulgação/ND
Operação contra facção criminosa é realizada em sete cidades de Santa Catarina - Polícia Civil/Divulgação/ND



A ação é coordenada pela Divisão de Repressão ao Crime Organizado da Deic (Diretoria Estadual de Investigações Criminais) e é a maior ofensiva já realizada pela Polícia Civil contra a facção criminosa atuante em Santa Catarina e que tem ramificações em outros estados.

Os investigados têm envolvimento em crimes de roubo, tráfico de drogas, associação para o tráfico, corrupção de menores, homicídio, estelionato, lavagem de dinheiro, além de porte, posse e comércio de armas de fogo e munições.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações são realizadas há aproximadamente cinco meses, período em que 11 membros da facção foram presos nas cidades de Florianópolis, Joinville, Navegantes, Balneário Camboriú e Chapecó. A polícia identificou as principais lideranças dessa organização criminosa atuantes dentro e fora do sistema prisional de Santa Catarina, as quais são alvos das medidas judiciais.

Em Florianópolis, algumas das ações são realizadas na Favela do Siri, no bairro Ingleses. Em Araquari e em Joinville, a polícia cumpre, respectivamente, um e sete mandados de busca e apreensão. Havia também dois mandados de prisão para Joinville, mas os suspeitos não foram localizados. Em Joinville foram apreendidas armas.   

Participam da Operação 200 policiais civis da DEIC, DPGF (Diretoria de Polícia da Grande Florianópolis), Departamento de Inteligência, SAER (Serviço Aeropolicial da Polícia Civil) e as DICs (Delegacias de Investigações Criminais) de Laguna, Joinville, Balneário Camboriú, Itajaí e integrantes da DINI.

Na quarta, operação encontrou armas na Vila União

Na busca aos criminosos da chacina ocorrida na Vila União, Norte da Ilha, na madrugada de terça-feira (18), agentes do PPT (Pelotão de Policiamento Tático) e Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) prenderam nesta quarta, quatro homens e apreenderam farto armamento e munição em uma casa na área onde ocorreu o massacre. Na ocasião, quatro jovens foram executados por traficantes rivais – o quinto foi morto em confronto com a Polícia Militar.

De acordo com o comandante do 21º BPM (Batalhão da Polícia Militar) do Norte da Ilha, tenente-coronel  Sinval Santos da Silveira, foram apreendidos uma submetralhadora , 13 pistolas, uma escopeta calibre 12, colete balístico, várias munições de diversos calibres, além de petecas de cocaína e pedras de crack. 

Publicidade

9 Comentários

Publicidade
Publicidade