Publicidade
Sábado, 17 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Mulher agredida no bairro Itinga sai do estado de coma, mas continua sem identificação no hospital

Redação ND
Joinville

Após quatro dias internada na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) da ala neurológica do hospital São José, a mulher encontrada ferida às margens de um rio na rua Ronco d'Àgua, saiu do estado de coma e apresentou sinais de melhora.

De acordo com os profissionais da unidade, ela foi retirada da sedação, mas ainda não consegue falar e apresenta períodos de agitação. Sua identidade permanece desconhecida. Duas famílias já foram ao hospital com objetivo de identificá-la, mas não conseguiram descrever com exatidão as características físicas da garota, por isso, não puderam vê-la.

A mulher aparenta ter entre 18 e 20 anos, foi encontrada por moradores da região onde ocorreu o crime por volta do meio-dia de segunda-feira (21). Ela estava nua e apresentava dois ferimentos de tiro na cabeça. Além de ter sido baleada, a vítima foi espancada e há suspeita, não confirmada oficialmente, que também tenha sido estuprada. A face apresenta muitos ferimentos, o que dificulta sua identificação.

O caso está sob investigação da Polícia Civil. De acordo com o delegado Luís Felipe Fuentes, da Divisão de Homicídios, alguns moradores da região onde a garota foi encontrada foram intimados a prestar depoimento.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade