Publicidade
Sexta-Feira, 18 de Agosto de 2017
Descrição do tempo
  • 22º C
  • 13º C

MP investiga farra das diárias na Câmara de São Francisco do Sul

Em 2009, cada vereador gastou em média mais de R$ 40 mil. Este ano valor gasto com diária já é superior ao da Câmara de Joinville

Redação ND
Joinville
Divulgação
Câmara de Vereadores de São Francisco do Sul é uma das que mais gasta com diárias em Santa Catarina

O MPSC (Ministério Público de Santa Catarina), por meio da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de São Francisco do Sul, deve receber no início da próxima semana os documentos solicitados à Câmara de Vereadores do município referentes ao inquérito civil que apura a denúncia de irregularidade nos gastos com diárias do Legislativo.

A denúncia partiu da Prefeitura e pede a apuração das contas dos anos de 2009, 2010 e até junho de 2011. O prazo de 30 dias para resposta termina em 26 de outubro. As autorizações de concessão de diárias dependem da aprovação do presidente do Legislativo. Durante 2009 e 2010 a presidência da casa foi de Vilson Reichert (PPS), atualmente o Legislativo municipal é comandado pelo vereador João Miranda (PMDB).

Os dados do processo apontam que somente este ano o valor gasto com diárias na Câmara de São Francisco do Sul foi R$ 62 mil superior ao gasto no mesmo período na Câmara de Joinville.

Somente este ano os nove vereadores já gastaram
R$ 325,2 mil, enquanto os 19 de Joinville usaram R$ 262,4 dos cofres públicos. Os dados são do TCE (Tribunal de Contas do Estado).

O promotor que acompanha o caso, Cristian Richard Stahelin Oliveira, destaca os valores das prestações de conta da Câmara como um argumento razoável para a instauração do inquérito. “O valor alto causou certa desconfiança”, afirma. Outro ponto destacado pelo promotor é o fato de o denunciante não ter recebido o retorno quanto fez um pedido de informação aos vereadores.

Gastos extrapolam a média

Em média, cada vereador de São Francisco do Sul gastou R$ 36,1mil com diárias até junho deste ano. No mesmo período, os vereadores de Joinville gastaram em média R$ 13,8 mil.

O maior valor médio foi o de 2009, quando R$ 385,8 mil foram gastos em viagens, cerca de R$ 42 mil por vereador.

No mesmo ano, os vereadores de São Francisco do Sul gastaram R$ 10,25 por habitante com diárias, enquanto em Joinville esse valor foi de R$ 0,87.

Para o atual presidente da Câmara, João Miranda (PMDB), o motivo da diferença entre as prestações de conta de Joinville e São Francisco do Sul é a forma como os gastos são lançados.

Ontem à noite, o vereador Vilson Reichert, ex-presidente do Legislativo francisquense em 2009, preferiu não dar declaração por telefone. Coincidentemente, ele afirmou que estava em viagem no Paraná.

João Miranda afirma que a denúncia é motivada por intrigas políticas e reforça que está atendendo às solicitações do MPSC.

O presidente do Legislativo também destaca que cada vereador é responsável por seus atos e acredita estar tudo dentro da legalidade. Segundo João Miranda, o valor gasto foi investido em formação e para buscar recursos financeiros fora da cidade.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade