Publicidade
Sexta-Feira, 20 de Abril de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 19º C

Mesmo com relatório de balneabilidade divulgado, banho deve aguardar 24 horas

Coletas foram feitas antes das chuvas e relatório pode apresentar distorções diante do transbordamento de rios e bueiros

Fábio Bispo
Florianópolis
13/01/2018 às 09H51

A forte chuva que caiu sobre o Estado nos últimos dias prejudicou o diagnóstico semanal das condições das praias emitido pela Fatma (Fundação do Meio Ambiente). A enchente em Florianópolis, que resultou no transbordamento de rios e bueiros, merece cautela por parte dos banhistas. Segundo o órgão ambiental e a Vigilância em Saúde do Município, o banho de mar deve ser adiado entre 24h e 48h após o fim da chuva.

“Em função do monitoramento de balneabilidade ter sido coletado antes das chuvas indicamos que as pessoas evitem o banho de mar nas 24 horas, ou até 48 horas, principalmente próximo de foz de rio”, informou Priscila Valler dos Santos, gerente de Saúde da Vigilância de Florianópolis.

A orientação da Fatma é a mesma. “Cumprimos um cronograma de coletas independente das condições climáticas. Sempre alertamos para que os banhistas evitem o banho de mar, principalmente se for próximo a saídas de rios e galerias pluviais, por um período de até 24 horas após as chuvas, mesmo que no local tenha uma placa afirmando que está próprio para banho”, avisa o técnico de laboratório Marlon Daniel da Silva.

De acordo com o quinto relatório, dos 75 pontos avaliados em Florianópolis, 45 (60%) deram como próprios para banho. No restante do Litoral, 90 (64,3%) locais analisados estão aptos para os banhistas. Em relação ao relatório passado, 14 pontos em toda a costa de Santa Catarina passaram a ser impróprios e 20 mudaram para próprios.

Muita sujeira ainda estava na Barra da Lagoa na sexta-feira - Marco Santiago/ND
Muita sujeira ainda estava na Barra da Lagoa na sexta-feira - Marco Santiago/ND

Como a balneabilidade é feita

Para dizer se um ponto é próprio ou impróprio para banho, a Fatma analisa a presença da bactéria Escherichia Coli, presente em fezes de animais e humanos. São necessárias cinco coletas consecutivas para se obter o resultado. Quando em 80% das análises a quantidade da bactéria é inferior a 800 por 100 mililitros, o ponto é considerado próprio. Se o resultado de uma coleta ultrapassar 2000 Escherichia coli por 100 mililitros o ponto já é considerado impróprio imediatamente.

CLASSIFICAÇÃO DO PONTO CONFORME RESOLUÇÃO CONAMA nº 274/2000:

Próprio: quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras coletadas nas últimas 5 semanas anteriores, no mesmo local houver no máximo 800 Escherichia coli por 100 mililitros.

Impróprio: quando em mais de 20% de um conjunto de amostras coletadas nas últimas 5 semanas anteriores, no mesmo local, for superior a 800 Escherichia coli por 100 mililitros ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2000 Escherichia coli por 100 mililitros.

Previsão do Tempo

Em plena temporada de verão, a expectativa de quem está na cidade de férias para pegar uma praia deve se confirmar no fim de semana. A previsão para os próximos dois dias mostra que os dias terão sol entre nuvens, com temperaturas entre 21 °C e 30 °C. No sábado, a previsão é de pancadas de chuva a tarde e a noite. No domingo a temperatura pode chegar na casa dos 33 °C, mas a previsão também aponta possibilidade de pancadas de chuva a tarde e a noite.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade