Publicidade
Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 19º C

Licitação para o primeiro viaduto na zona Norte de Joinville será publicado segunda

Estrutura de R$ 22,7 milhões será construída no cruzamento da avenida Santos Dumont com a rua Tuiuti, no bairro Aventureiro

João Batista (JB)
Joinville

As obras para duplicação da avenida Santos Dumont, na zona Norte de Joinville, entram numa nova etapa a partir da segunda (11), quando será lançado o edital de licitação para a construção do viaduto sobre a rua Tuiuti, no bairro Aventureiro. A empresa responsável deve ser escolhida dentro de um mês, se não houver impasses burocráticos no processo. O prazo de execução é de oito meses após a assinatura da ordem de serviço. A estrutura, de 140 metros de comprimento, está orçada em R$ 22,7 milhões.

 

Divulgação/ND
A estrutura, de 140 metros de comprimento, está orçada em R$ 22,7 milhões

 

O anúncio da obra será feito pelo secretário estadual de Infraestrutura, João Carlos Ecker, que estará na cidade para reunião na segunda, às 18h30, na Acij (Associação Empresarial de Joinville), com lideranças locais e com o prefeito Udo Döhler. O encontro ainda servirá para discussão do andamento dos trabalhos de duplicação da avenida, sobre os quais se cobram mais agilidade por parte do governo, e a necessidade de desapropriações.

O lançamento do edital era esperado pela Prefeitura, mas a proposta inicial do Estado era construir primeiro o viaduto entre a Santos Dumont e a rua Arno Waldemar Döhler. A mudança de prioridade partiu do município. “O prefeito solicitou ao governador e o governador atendeu ao pedido do prefeito de ser feito primeiro o viaduto da Tuiuti. É um elevado mais caro – o dobro do valor – mas que é o mais importante dado o acesso aos principais bairros da região”, comentou Jalmei Duarte, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico.

Pesou também na mudança de planos o fato de as áreas no cruzamento da Tuiuti estarem com as desapropriações mais adiantadas. O Estado vai destinar R$ 4,5 milhões para indenizar os proprietários. Já para o viaduto da Arno Döhler, com projeto pronto e orçado em R$ 11 milhões, ainda não há recursos disponíveis e as negociações para liberação dos terrenos precisam avançar.

Com o avanço das obras, Duarte destaca que as negociações com as áreas pendentes ficam mais próximas. Parte do impasse com os campos ocupados por clubes de futebol perto do aeroporto está resolvida. Em reunião na quinta (7), três entidades acertaram deixar o local a partir de segunda, entre o Operário, Santos Dumont e Chaleira Preta. Os clubes Aviação e Minerasil receberam mais seis meses de prazo.

O acerto abre caminho para que o trecho da avenida entre a rua Tuiuti e o aeroporto possa ser entregue totalmente duplicado no início do ano que vem. “O trecho Norte, até o primeiro trimestre de 2015, no máximo, vai estar duplicado”, afirmou Duarte. Outra parte que deve avançar mais rápido é a conclusão da pavimentação do trecho entre a rua João Colin e a Arno Waldemar Döhler. A previsão é de que o asfalto novo esteja concluído em três meses. “Cada espaço de obra, cada possibilidade que tem, nós temos que ir avançando. Não podemos esmorecer”, refletiu.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade