Publicidade
Quarta-Feira, 26 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 19º C

Joinville tem 2ª edição do Mamaço neste sábado

Hora do Mamaço é um movimento que ganhou força há três anos quando uma mãe foi advertida que não poderia dar de mamar a seu bebê em local público

Redação ND
Joinville
Divulgação/Rogério da Silva/Secom/ND
Evento marca o início da Semana Mundial da Amamentação

 

O 2º Mamaço de Joinville está marcado para este sábado, no Parque Zoobotânico. Mães que ainda amamentam seus bebês podem prestigiar o evento que integra a Semana Mundial da Amamentação (1º a 7 de agosto) e tem como tema “Amamentação e Trabalho: para dar certo o compromisso é de todos”.

A programação começa às 10 horas com um piquenique de confraternização, gincana e concurso de cartazes entre equipes das unidades de Atenção Básica de Saúde de Joinville.

A iniciativa do 2º Mamaço é do Núcleo de Apoio Técnico da Secretaria da Saúde e do Grupo de Tutores da Rede Amamenta e Alimenta, integrada por 20 servidores sob a coordenação da médica Fátima Mucha e da nutricionista Janine Guimarães.

O tema da campanha deste ano discute como apoiar a mulher trabalhadora que amamenta, além de sensibilizar a sociedade e, especialmente, as empresas, segundo Janine. “Quando a mãe volta ao trabalho é muito doloroso, precisa terceirizar o cuidado, e muitas vezes, introduz outros alimentos.” No Brasil, a legislação prevê licença maternidade de quatro meses, lamenta ela.

Segundo a nutricionista, “o aleitamento materno previne doenças, mortalidade infantil e define os hábitos alimentares da criança”. Se amamentar até o sexto mês de vida da criança e depois complementado a alimentação até dois anos, a criança terá melhor controle do apetite e menos chance de desenvolver obesidade, explica.

A nutricionista explica que a amamentação precisa ser encarada como um dos atributos que caracterizam a maternidade como um bem social compartilhado. “Portanto deve ser compreendido como um processo político e social, porque é um ato compartilhado e regulado pela sociedade que imprime sua ideologia. É uma opção da mulher, determinada por suas condições concretas de vida”, enfatiza.

A Hora do Mamaço é um movimento que ganhou força há três anos quando uma mãe foi advertida que não poderia dar de mamar a seu bebê em local público na cidade de São Paulo. O episódio desencadeou um movimento nacional pela liberdade de amamentação em qualquer espaço público. Em Joinville, o 1º Mamaço foi realizado em rua do lazer do Programa Joinville em Movimento, dia 3 de agosto e reuniu cerca de 50 mães.

“Para este ano, esperamos uma mobilização maior”, diz a médica Fátima Mucha. A programação no Parque Zoobotânico está tendo apoio da Maternidade Darci Vargas, do Programa Mama Nenê da Secretaria de Educação, da Revista Babies e do Conselho Municipal de Saúde. “O tema central da proposta é estimular a amamentação em ambiente público”, explica a médica.

O evento também integra a Semana Mundial de Aleitamento Materno, instituída em 1992 pela Organização Mundial da Saúde e que ocorre anualmente na primeira semana de agosto. No Brasil, a Hora de Mamaço é uma iniciativa oficial da AMS Brasil (Aleitamento Materno Solidário).

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade