Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

Irmãos acusados de crime cometido há 13 anos vão a julgamento

Dono de bar, indignado com reclamação de cliente, o matou com a ajuda do irmão e uma terceira pessoa. Os réus estão em liberdade

Redação ND
Joinville

Uma briga de bar que terminou em morte há quase 13 anos deve ser esclarecida na tarde desta segunda-feira, em júri popular no Fórum de Joinville. Os irmãos Paulo e José Vieira sentam no banco dos réus acusados de matarem a tiros Nilson Miguel Petrobelli. O crime aconteceu no Bar do Gaúcho, no bairro Jarivatuba, no dia 28 outubro de 1999.

Segundo a denúncia do Ministério Público e informações noticiadas na época, Nilson estava na lanchonete que pertencia a Paulo, conhecido no bairro como Gaúcho. Havia uma espécie de baile no local e quando os músicos pararam de tocar, Nilson não gostou. Ele foi até os artistas pedindo para que tocassem um pouco mais.

Paulo não concordou com o pedido do cliente e começou uma discussão, na qual sacou um revólver calibre 38 e atirou contra Nilson, que era segurado por José e outro rapaz que não foi identificado. O primeiro tiro não acertou a vítima. “Em seguida, com o propósito de acertá-lo e matá-lo, Paulo aproximou-se da vítima e disparou um novo tiro, agora acertando-a na região do hemitórax, causando-lhe uma enorme hemorragia interna, a qual foi a causa eficiente de sua morte”, diz a denúncia do MP.

Os irmãos devem responder pelo crime de homicídio. Eles aguardam ao julgamento em liberdade. A sessão tem início às 13h e é aberta ao público.

 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade