Publicidade
Domingo, 17 de Fevereiro de 2019
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 22º C

Investigado por tráfico internacional é preso em operação da PF em Balneário Camboriú

Celulares, dinheiro e um carro de luxo foram apreendidos durante a ação policial

Redação ND
Florianópolis
05/02/2019 às 11H45

Um homem de 32 anos apontado por gerenciar um esquema de tráfico internacional de drogas foi preso nesta segunda-feira (4) em Balneário Camboriú, no Litoral de Santa Catarina. Conhecido como Minotauro, o investigado seria integrante de uma facção criminosa de São Paulo.

Dinheiro e celulares foram apreendidos com o investigado - PF/Divulgação/ND
Dinheiro e celulares foram apreendidos com o investigado - PF/Divulgação/ND



De acordo com a Polícia Federal, foram seis meses de investigações até a polícia chegar à localização de Minotauro. Ele seria responsável por gerenciar um esquema criminoso que trazia drogas da Bolívia para o Brasil, por meio da fronteira do Mato Grosso do Sul com o Paraguai.

Minutauro também é suspeito de ter matado um policial civil do Mato Grosso do Sul, em março de 2018, e de ter participado do assassinato de uma advogada em Pedro Juan Caballero no Paraguai em novembro. Ainda conforme a PF, o preso já possuía dois mandados de prisão em seu desfavor, sendo um por uso de documento falso e outro por tráfico de drogas.

A organização criminosa da qual ele faz parte também é suspeita de ter atacado uma residência em Ypehu, no Paraguai, cidade próxima ao município de Paranhos no Mato Grosso do Sul.

Além da prisão de Minotauro, a operação da PF também resultou na apreensão de dinheiro, telefones celulares e um veículo de luxo.  “A prisão de Minotauro é considerada um importante golpe no tráfico de drogas e armas, bem como na tentativa de domínio de áreas fronteiriças por facções criminosas”, diz a PF.

Um carro de luxo também foi apreendido pela Polícia Federal - PF/Divulgação/ND
Um carro de luxo também foi apreendido pela Polícia Federal - PF/Divulgação/ND



Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade