Publicidade
Sexta-Feira, 21 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 17º C

Greve dos bancários continua nesta quarta-feira em Joinville e região

Aproximadamente 500 funcionários estariam de braços cruzados no Norte do Estado, segundo o levantamento do sindicato

Redação ND
Joinville
Fabrício Porto/ND

No Banco do Brasil, atendimento no caixa está contingenciado

 

Em Joinville e região, bancários de 26 das 75 agências ligadas ao Sindicato dos Bancários aderiram à greve nacional da categoria que começou nesta terça (6). Aproximadamente 500 funcionários estariam de braços cruzados no Norte do Estado, segundo o levantamento do sindicato.

Pela manhã, os funcionários dos bancos de Joinville já formavam piquetes em frente às agências e os cartazes pendurados nas fachadas alertavam os clientes sobre a paralisação. Na agência central do Banco do Brasil, um pequeno aviso colocado na porta informa aos correntistas que o atendimento de caixa está contingenciado. Na primeira hora de funcionamento, apenas um bancário estava trabalhando no caixa desta agência.

Segundo o presidente do Sindicato dos Bancários de Joinville e Região, José Ilton Belli, nesta quarta o comando de greve vai continuar. “O primeiro dia é sempre difícil porque ficamos tentando convencer os bancários a aderirem. Amanhã o trabalho deve continuar o mesmo. Vamos visitar mais agências”, disse Belli. O sindicalista ainda apontou que para a categoria existe uma dificuldade da paralisação surtir efeito.

Na avaliação dele, como muitos serviços bancários são feitos pela internet e via caixa eletrônico, a manifestação dos trabalhadores atinge menos a população do que outros setores.  Sobre a proposta da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) de aumento de 5,5% em vez dos 16% pedido pela categoria não é satisfatória para os funcionários do Norte do Estado. "Esta proposta é um desrespeito com a categoria, chega a ser ridículo frente aos lucros dos bancos", afirmou Belli.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade