Publicidade
Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 19º C

Gigantes da construção civil se unem e criam programa inédito de aceleração de startups

Gerdau, InterCement, Tigre e Vedacit se aliam à ACE, para melhor qualidade de vida, sustentabilidade e eficiência

Redação ND
Joinville
09/12/2016 às 10H59

A ACE, eleita Melhor Aceleradora de Startups da América Latina por três vezes consecutivas pelo LatAm Founders, une forças com quatro das maiores empresas do setor de construção e lança um programa inédito no país. O W.I.P. (Work in Progress) é o resultado da reunião das gigantes Gerdau, InterCement, Tigre e Vedacit com a aceleradora e nasce com um objetivo ambicioso: encontrar soluções disruptivas que tragam às grandes cidades brasileiras melhor qualidade de vida, sustentabilidade e eficiência nas operações para os próximos anos.

"Existe uma demanda urgente e não atendida por maneiras disruptivas de urbanizar, seja pelo déficit habitacional, seja pela superpopulação em grandes centros. Pelo porte do projeto e de seus apoiadores, o WIP já nasce com a missão de lançar soluções de nível global para estas questões, e estamos muito animados com a possibilidade de gerar um real impacto no PIB através da união de startups e grandes empresas. É um projeto ousado da ACE e de todos os parceiros, não apenas por unir gigantes de um único setor, mas principalmente pelo propósito", afirma Pedro Waengertner, fundador da ACE.

Segundo dados recentes de uma pesquisa divulgada pela Universidade de Cambridge, Reino Unido,em 2025, dois terços da população do planeta (5,5 bilhões de pessoas) poderão ter dificuldades de acesso à água potável. Em 2100, a capacidade humana de extrair cobre do solo será menor que a demanda por ele. Segundo a ONU, a área global construída será três vezes maior do que é hoje.

Foi a partir de projeções mundiais como estas que surgiu o WIP para iniciar o desenvolvimento da “Urbanização do Amanhã”: “O processo de aceleração de startups integra a estratégia de open innovation da Gerdau. Entendemos que, com esse trabalho em conjunto, conseguiremos discutir soluções que possam atender nossas necessidades e dos nossos clientes. Além disso, com esse contato direto com as startups, temos acesso ao que há de mais inovador no mercado, o que auxilia a alavancar o negócio da empresa”, comenta Gustavo Werneck, Diretor da Operação Aços Brasil da Gerdau.

Um dos pontos mais críticos do cenário atual é o crescimento na demanda por energia, agilidade de construção e custos com infraestrutura. “Nos parece uma iniciativa importante para atuarmos na oferta de soluções que contribuam para um mundo melhor, contando com a participação de parceiros com know-how diferente e complementar àquele que possuímos, e que nos levará a novos negócios, que nos mantenham como referência no desenvolvimento de soluções sustentáveis”, avalia Sandro Luis Silva, Gerente de Inovação do Grupo Tigre.

Se esses já não são motivos, o WIP quer ajudar a sociedade como um todo que está também em busca de gatilhos para um novo modelo urbano, mais inteligente, sustentável e conectado. "O consumidor busca produtos que facilitam a rotina, para que tenha mais tempo para aproveitar a cidade e a família. A qualidade de vida vem em primeiro lugar. A Vedacit investe em soluções que agregam valor ao dia-a-dia das pessoas, que podem ser utilizados de diversas formas, levando a expertise da empresa para o cotidiano. O programa vem de encontro a essa premissa, ampliando esse conceito e compartilhando conhecimento e tecnologia entre empresas que são referência em seus setores e as startups", afirma Alexandre Baumgart, diretor da Vedacit.

Para as startups, é uma oportunidade única de trabalhar lado a lado com estas empresas e ter acesso aos mentores/executivos das empresas parceiras, aos mercados de atuação e ao expertise de aceleração da ACE. “A InterCement, por meio da Neogera, o braço de inovação para a aceleração de negócios inovadores, pequenos negócios, acredita que um dos caminhos para transformar a cadeia de construção e atender a demanda futura, é através de soluções desruptivas aceleradas. Nossa parceria vem para concretizar essa crença” completa André Gama, Vice-Presidente de Suporte aos Negócios da InterCement.

Tese de aceleração

Foram determinadas quatro frentes que os empreendedores podem avaliar e se inscrever para o ingresso no programa:

Ambiente Residencial

Preferencialmente soluções focadas em eficiência e monitoramento. No entanto, também são válidas soluções que tragam o aprofundamento de dados sobre o consumidor.

Ambiente Industrial/Comercial

Projetos que otimizem informações sobre o consumo de insumos da Construção Civil, trazendo a inovação para dentro de plantas industriais. 

Inovação nos Serviços Externos

Soluções que impactem diretamente o trabalho de Incorporadoras e Construtoras e que gerem disrupção ambiente urbano tradicional, como ligadas à segurança, consumo, administração e que tragam qualidade à mão-de-obra do setor.

Serviço de Valor Agregado

Soluções como produtos de crédito imobiliário, voltados a BI, à redução do déficit habitacional, e que permitam geração de valor adicional para os negócios das empresas parceiras do programa W.I.P., e que sejam próximas ao setor de Construção Civil. 

“Esperamos realmente impactar positivamente mais uma vez o ecossistema. Fico feliz de saber que temos ao lado gigantes do mercado de construção pois elas validam todos os dias as necessidades que convergirão em grandes soluções, sejam de logística, treinamento, casas e cidades inteligentes. Isso traz mais segurança a todos de que teremos grandes startups conosco em breve”, completa Waengertner da ACE. As startups interessadas podem se inscrever no site da ACE (goace.vc), onde há mais informações sobre o programa. As inscrições vão até dia 9 de janeiro.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade