Publicidade
Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Furacão Maria deixa conexão de internet mais lenta no Brasil

Ainda não há previsão para estabilização do serviço no país; furacão é um dos mais potentes a tocar o solo de Porto Rico

Folha de São Paulo
São Paulo
21/09/2017 às 15H41

RAPHAEL HERNANDES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A passagem do furacão Maria por Porto Rico afetou as telecomunicações brasileiras nesta quinta-feira (21), deixando a conexão de internet lenta quando passa por outros países -ao acessar um site do exterior, por exemplo.

A Folha teve acesso a uma resposta enviada a profissionais da tecnologia da informação pela empresa TI Sparkle, provedora de internet que trabalha com sistemas que fazem a comunicação do Brasil com o exterior. A empresa afirmou que o furacão fez com que as estações de trabalho em Porto Rico precisassem ter sua operação reduzida -o que afeta o tráfego de informação internacional em direção ao Brasil.

Profissionais da área também relatam problemas semelhantes com outras operadoras, entre elas a Telefônica.

Ainda não há previsão para estabilização. A Folha entrou em contato com a Anatel (Agência nacional de Telecomunicações) e com as principais empresas do setor no país, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.

Nesta quarta-feira (20), o Maria se tornou um dos furacões mais potentes a tocar o solo de Porto Rico. O fenômeno chegou à ilha classificado como furacão de categoria 4 (em uma escala que vai até 5). Pelo menos uma pessoa morreu.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade