Publicidade
Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 18º C

Familiares e amigos de casal morto em acidente na avenida Santos Dumont realizam protesto

Edilene e Sandro Vigatti morreram na noite de sábado (25) após colidir frontalmente com um carro

Adrieli Evarini
Joinville
Reprodução RICTV Record/Divulgação/ND
Protesto ocorreu uma semana após o acidente que tirou a vida do casal

“Uma perda irreparável para todos nós”. Foi assim que a amiga do casal Edilene e Sandro Vigatti, a professora Aparecida Maria Zanela, tentou descrever o casal, durante um protesto realizado na manhã deste sábado (2), na avenida Santos Dumont, mesmo local onde os dois perderam a vida a uma semana.

Cerca de 50 pessoas participaram do ato que interditou a avenida durante alguns minutos. O pedido estampado na faixa e nas vozes dos amigos e familiares era: justiça. “Queremos alertar a sociedade para todo o mal que está sendo ocasionado nesta avenida. Muitas coisas poderiam ser realizadas para evitar essas tragédias”, destacou o cunhado de Sandro, Israel Roberto dos Santos.

O acidente ocorreu na noite do último sábado, quando o carro de Jian Luís de Oliveira Padilha colidiu frontalmente na moto onde estava o casal. No local, a ultrapassagem é proibida. O suspeito de provocar o acidente se apresentou à polícia na quarta-feira (29) e alegou não ter visto a moto vindo em sentido contrário. Padilha afirmou ainda que não ingeriu bebida alcoólica no dia do acidente e que fugiu do local porque ficou com medo das pessoas que estavam chegando. O inquérito deve ser concluído em até 30 dias.

A filha de 11 anos do casal  está sob os cuidados da avó paterna, que mora em Joinville.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade