Publicidade
Segunda-Feira, 12 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Exposição de obras de arte aproxima Joinville e Noruega

Estado busca o estreitamento das relações com o país escandinavo

Isabella Mayer de Moura
Joinville
Carlos Jr/ND
Cônsul-geral norueguês, Jens Olesen, foi o idealizador da exposição

 

A exposição “Re-Conhecimento, a gravura contemporânea”, que reúne obras de 100 artistas modernos e contemporâneos noruegueses, deve estreitar os laços entre Santa Catarina e Noruega. Para o secretário de Assuntos Internacionais do Estado, Carlos Adauto Virmond Vieira, ela é o primeiro passo para a retomada de uma relação mais próxima entre as duas partes. “A aproximação cultural é um caminho que no futuro vai permitir o relacionamento em outras áreas, como os negócios, educação, inovação”, afirmou.

Além da exposição cultural, o governo do Estado está de olho em um acordo com a Noruega na área de Tecnologia da Informação. Conforme Vieira, este projeto será um intercâmbio entre técnicos noruegueses e catarinenses que passarão um período em solo estrangeiro para aprender as tecnologias utilizadas no país parceiro. “O relacionamento com o país ainda é pequeno, mas estamos trabalhando para que Santa Catarina se sobressaia como porta de entrada do Brasil, além do eixo Rio-São Paulo”, destacou, mencionando também que o Estado está firmando uma parceria com a província Aomori, no Japão, nas áreas da Educação e Economia, especialmente no que diz respeito à exportação de carne suína para aquele país.

A exposição “Re-Conhecimento, a gravura contemporânea” é uma homenagem póstuma ao político Luiz Henrique da Silveira e estará aberta ao público até 30 de agosto no Instituto Internacional Juarez Machado. O cônsul-geral norueguês em São Paulo, Jens Olesen, esteve em Joinville nesta quinta (16) para a inauguração da exposição e, além de elogiar a galeria, disse que pretende realizar vários projetos como este em Joinville. “Estamos pensando para o ano que vem trazer algo do teatro contemporâneo dinamarquês para este espaço”, afirmou Olesen, que também quer trazer para cidade exposições de design e produtos inovadores da Dinamarca, país que é líder mundial nestes quesitos.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade