Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 29º C
  • 23º C

Evento na Praça 15, em Florianópolis, celebra os 187 anos da fundação da imprensa de SC

Neste sábado (28), a imprensa catarinense celebra o surgimento do primeiro jornal impresso do Estado, "O Catharinense", fundado pelo militar Jerônimo Coelho em 1831

Redação ND
Florianópolis
27/07/2018 às 21H58

Em comemoração aos 187 anos da Imprensa Catarinense neste sábado (28), aconteceu nesta sexta-feira (27) uma celebração junto ao busto do lagunense Jerônimo Francisco Coelho (1806-1860), na Praça 15 de Novembro, em Florianópolis. A data celebra o surgimento do primeiro jornal impresso de Santa Catarina, em 1831, ”O Catharinense”, que foi fundado pelo lagunense. O evento contou com as presenças do prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (PMDB), e dos secretários de Estado de Segurança Pública, Alceu de Oliveira Pinto, e de Comunicação, Gonzalo Pereira, além de outras autoridades.

Evento promovido pela ACI foi realizado junto ao busto de Jerônimo Coelho, na praça 15 - Daniel Queiroz/ND
Evento promovido pela ACI foi realizado junto ao busto de Jerônimo Coelho, na praça 15 - Daniel Queiroz/ND


Para o presidente da ACI (Associação Catarinense de Imprensa), Ademir Arnon, quem não preserva o passado, não pode projetar o futuro. “O objetivo é reverenciar a memória de Jerônimo Coelho e a fundação da imprensa catarinense. Além de jornalista, Jerônimo Coelho foi o fundador da maçonaria catarinense, militar e político, mantendo uma postura ética e, por isso, precisamos manter os ensinamentos desse catarinense, que foi o mais ilustre na época do império”, destaca.

O idealismo de Jerônimo Coelho espalhou-se pelo Estado, haja vista o número de jornais no Estado, que formam a consciência crítica de leitores e de mobilização da sociedade em defesa dos direitos fundamentais. A missão de informar permanece presente e é cada dia mais importante em um mundo onde as notícias falsas se propagam em velocidade cada vez mais avançada.

O presidente do conselho superior da ACI e da ACL (Academia Catarinense de Letras), Salomão Ribas Junior, destaca os feitos do catarinense mais importante do século 19. “Jerônimo Coelho teve uma brilhante carreira militar e teve papel decisivo em algumas situações pelo qual vivemos hoje. Ele foi um militar da conciliação e não do enfrentamento, onde a veia política se destacava. Com ideias de liberdade, igualdade e fraternidade, ele foi um homem visionário criando a escola militar e o primeiro jornal do Estado”, lembra o presidente da ACL.

A comemoração contou com a banda do 23º Batalhão de Infantaria do Exército, de Blumenau. O ano também marca os 86 anos de fundação da ACI e os 50 anos da Casa do Jornalista. No próximo dia 4 de agosto, o mesmo evento acontece em Chapecó.

Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade