Publicidade
Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 18º C

Desaparecimento de moradora de Barra do Sul completa um mês nesta sexta

Célia dos Santos Mazzo, 44 anos, foi vista pela última vez quando saia de casa, no dia 14 de setembro, com um namorado

Windson Prado
Joinville
14/10/2016 às 09H46

O desaparecimento de uma dona de casa, moradora do bairro Pinheiros, em Balneário Barra do Sul, completa um mês nesta sexta-feira (14). Célia dos Santos Mazzo, 44 anos, foi vista pela última vez quando saia de casa, no dia 14 de setembro, com um namorado. O casal teria ido passar a tarde  na praia da Enseada, em São Francisco do Sul. Desde então a família não teve mais notícias de Célia.

O caso foi registrado na Polícia Civil do Balneário que diz estar investigando o sumiço, entretanto os policiais não revelam detalhes do inquérito. O suposto namorado de Célia, um homem de 54 anos, foi detido e está na UPA (Unidade Prisional Avançada), de São Francisco do Sul. Ele é casado, teria confirmado que naquele dia se encontrou com Célia e que à noite, a deixou em casa.

Célia foi vista pela última vez no dia 14 quando saiu de casa com um namorado - Divulgação/ND
Célia foi vista pela última vez no dia 14 quando saiu de casa com um namorado - Divulgação/ND




“A gente está sem notícia alguma. Divulgamos cartazes, fizemos campanhas nas redes sociais e não tivemos nenhum retorno, nenhuma informação do paradeiro de minha mãe”, comenta o leiturista, Marcos Mazzo, 26, filho mais novo da dona de casa. “A angústia é grande. Precisamos saber o que aconteceu. Minha mãe jamais sumiria deste jeito por livre e espontânea vontade. Alguma coisa aconteceu. A polícia não nos diz se as investigações estão avançando. Tem sido dias bem difíceis para nós”, completou Mazzo.

Natural de São Vicente (SP), Célia morava há cinco no Balneário Barra do Sul. Quem tiver informações a respeito de Célia deve entrar em contato com a família por meio do telefone, 47/9747-6415, pelo disque denúncia da Polícia Civil 181, ou pelo 190 da Polícia Militar.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade