Publicidade
Quarta-Feira, 26 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 19º C

Vendas de diesel disparam em junho, com o fim da greve dos caminhoneiros

O mercado brasileiro consumiu 5 bilhões de litros de diesel em junho, alta de 33,1% com relação ao mês anterior

Folha de São Paulo
Brasil
01/08/2018 às 21H35

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com demanda represada pela greve dos caminhoneiros, as vendas de diesel no país dispararam em junho e atingiram o maior volume dos últimos cinco anos, informou nesta quarta-feira (1º) a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Segundo a agência, o mercado brasileiro consumiu 5 bilhões de litros de diesel em junho, alta de 33,1% com relação ao mês anterior, que sofreu impacto da greve, e de 7,4% com relação ao mesmo mês de 2017.

Os principais fatores para a alta, segunda a agência, foram a intensificação do transporte de carga após demanda represada em maio e o impacto da subvenção federal, que reduziu o preço em 11,47% no mês.

Apesar do aumento no consumo, as importações de diesel caíram 9% em junho, o que indica que parte da demanda extra foi atendida com estoques guardados durante a paralisação dos caminhoneiros.

No mês, o produto importado respondeu por 14,8% das vendas, contra 21,7% no mês anterior. Em janeiro, as importações representaram 40% do volume vendido no mercado interno.

A escalada dos preços internos afeta as vendas de gasolina, que caíram 16,51% com relação a junho de 2017, mantendo-se nos menores níveis dos últimos cinco anos pelo terceiro mês consecutivo.

Na comparação com maio, houve alta de 2,39%. O aumento nessa base de comparação reflete a normalização do mercado após dias de falta de produtos nos postos durante a greve dos caminhoneiros.

Em 2018, as vendas de gasolina acumulam queda de 11,98%.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade