Publicidade
Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 18º C

Corpo de uma mulher é encontrado sem roupas no bairro Itinga

Este é o terceiro caso envolvendo mulheres encontradas feridas e sem roupas, ou parte delas, registrado em Joinville nos últimos três meses

Thaís Moreira de Mira
Joinville
Fabrício Porto/ND
Os pertences da vítima foram abandonados em um matagal no outro lado da rua

 

O corpo de uma mulher ainda não identificada foi encontrado caído próximo a um poste de iluminação pública na rua dos Estudantes, no bairro Itinga, zona Sul de Joinville na manhã de segunda-feira (16). A vítima, com idade entre 30 a 40 anos, estava nua e não apresentava marcas visíveis de agressão. Seus pertences foram abandonados em um matagal no outro lado da rua. A polícia ainda não confirma se o caso pode ser classificado como o sétimo homicídio do ano ocorrido na cidade. Até o final da manhã o cadáver passava por necropsia no IML (Instituto Médico Legal).

“Ela estava nua e sem documentos, os pertences dela, bermuda, calcinha, sutiã, sandália, estavam em uma sacola plástica do outro lado da rua. Não tinha marcas de agressão. Na região ninguém conhece a vítima”, afirma o tenente Eduardo Pires, da Polícia Militar. A mulher é morena clara, magra e tem cerca de 1,60m de altura. Qualquer informação sobre a possível identidade da vítima pode ser repassada no telefone 3433-2582 (IML).

Este é o terceiro caso envolvendo mulheres encontradas feridas e sem roupas, ou parte delas, registrado em Joinville nos últimos três meses. No dia 22 de novembro de 2011, uma garota de 19 anos, que não teve o nome identificado a pedido da família, foi encontrada por moradores caída semi-nua ao lado de um rio na rua Ronco D´Água, também no bairro Itinga. Ela foi baleada com dois tiros na região da cabeça e espancada. A vítima chegou a ficar internada na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do Hospital São José, mas conseguiu se recuperar dos ferimentos.

No dia 10 de janeiro, uma usuária de crack foi encontrada com sinais de espancamento em um terreno de uma casa na rua Rio dos Campos, no bairro Comasa, zona Leste. Simone Regina Friederich, 31, tinha vários hematomas pelo corpo, principalmente no rosto. Ela estava com os lábios inchados e mal conseguia falar, mas adiantou aos socorristas que não se lembrava dos responsáveis pelas agressões. A vítima está internada no Hospital Regional Hans Dieter Schmidt.

Leia a reportagem completa na edição impressa do Notícias do Dia de terça-feira, 17 de janeiro

Matérias relacionadas (clique no título para abrir):

Mulher é encontrada com sinais de espancamento no bairro Comasa

Depois de oito dias internada como indigente, mulher agredida no bairro Itinga é identificada pela família


Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade