Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Colisão entre ônibus e caminhão deixa morto e feridos na BR-282, em Alfredo Wagner

Polícia Rodoviária Federal interditou os dois sentidos da rodovia no km 91; para o local foram enviadas três aeronaves e cinco viaturas médicas

Redação ND
Florianópolis
27/03/2018 às 21H37
Colisão entre ônibus e caminhão deixa morto e feridos na BR-282  - Flávio Tin/ND
Colisão entre ônibus e caminhão deixa morto e feridos na BR-282 - Flávio Tin/ND


Uma colisão envolvendo um ônibus e um caminhão na BR-282 deixou um morto e 25 feridos no trecho do km 94 e 95, entre os municípios de Alfredo Wagner e Santo Amaro da Imperatriz, na tarde desta terça-feira (27). O motorista do caminhão foi ejetado da cabine e morreu no local. Informações preliminares indicam que ele estava sem o cinto. O motorista do ônibus ficou preso nas ferragens e os 24 passageiros tiveram ferimentos leves.

A colisão frontal entre o caminhão, que estava subindo a rodovia, e o ônibus, que estava descendo, aconteceu por voltas das 13h45. O motorista do caminhão foi ejetado da cabine e morreu no local. Informações preliminares indicam que o motorista estava sem o cinto.

O motorista do ônibus teve suspeita de fratura e foi levado pelo helicóptero Águia, da Polícia Militar, acompanhado pr uma equipe do Samu, até Hospital Regional de São José. As outras vítimas foram atendidas no local do acidente. Por volta das 17h, o IML (Instituto Médico Legal) chegou para buscar o corpo do motorista do caminhão. 

Segundo Fernanda Santos, comandante de área do 10º BBM (Batalhão de Bombeiros Militar), três caminhões e uma ambulância do Corpo de Bombeiros foram mobilizadas para atender a ocorrência, além de duas ambulâncias do Samu, dois helicópteros do Arcanjo e viaturas da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e da PM (Polícia Militar). 

Relatos

Osvaldino Germano de Sousa e Teresa Stanhalzer são moradores de Alfredo Wagner e embarcaram no ônibus CLM com destino a sua cidade às 12h30, em Palhoça. "Estávamos na casa da nossa filha em Palhoça. Não sabíamos se vínhamos ontem, hoje ou amanhã. Se soubesse teríamos vindo antes, mas essas coisas não tem como saber", disse Teresa, que estava com dores na região do abdômen, onde o cinto a segurou. 

Osvaldino Germano de Sousa bateu com o peito no banco do passageiro da frente, que estava bastante inclinado. "O caminhão se perdeu na subida, o motorista do ônibus tentou frear, mas não conseguiu evitar", contou.

A limpeza de uma das faixas foi realizada às 17h12, possibilitando a liberação do trânsito em uma pista às 17h25. Segundo a PRF, o tráfego na rodovia foi liberado completamente às 18h20.

Com informações da repórter Marina Simões.

Publicidade

3 Comentários

Publicidade
Publicidade