Publicidade
Quarta-Feira, 14 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 30º C
  • 22º C

Merenda está garantida nos CEIs de Barra Velha

Novo prefeito Claudemir Matias (PSB) continua realizando alterações após saída de Samir Mattar (PMDB)

Rogemar Santos
Joinville
Joyce R. Giotti/ND
Legenda

 

O prefeito de Barra Velha, Claudemir Matias (PSB), regularizou na terça-feira (12) o abastecimento de merenda escolar para cinco CEIs (Centros de Educação Infantis) da cidade. Há mais de 30 dias sem contrato, os centros de ensino corriam o risco de não receber a merenda. “Procuramos a empresa que ganhou a licitação e assinamos o contrato, já que o prefeito afastado não o fez. Tivemos de tratar o assunto em caráter de urgência”, destacou.

Sobre a montagem da nova equipe – 41 pessoas foram exoneradas e nove nomeadas até terça-feira –, Claudemir revelou que a Secretaria Municipal de Turismo será transformada em uma fundação. “Haverá mais economia, além da fundação ter mais capacidade de obter recursos do governo estadual e do governo federal”, frisou.

Para garantir economia aos cofres públicos, Claudinei explicou que, com exceção das secretarias municipais de Obras, Saúde e Educação, as demais não terão mais secretários titulares. “Todas passarão a ter apenas diretores e os diretores passarão ao cargo de assessores”, afirmou.

A Polícia Federal, que deflagrou a Operação El Niño em Barra Velha no dia 7 de julho, abriu inquérito contra o prefeito afastado Samir Mattar (PMDB) e mais cinco suspeitos de desvios de recursos federais. Hoje começa a fase de depoimentos.

Samir Mattar será ouvido na sede da Polícia Federal, em Joinville, para esclarecer o suposto desvio de recursos destinados a famílias atingidas pelas enchentes e vendavais em 2008 e 2009. Samir Mattar reafirmou mais uma vez que não tem nada a temer e que a verdade aparecerá durante as investigações.


Mattar assegura que cumpriu com as determinações da lei, e espera que o caso seja resolvido o mais breve possível. De qualquer forma, garante que já conta com a assessoria jurídica de uma empresa de Balneário Camboriú, para tentar retornar para a Prefeitura de Barra Velha.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade