Publicidade
Terça-Feira, 20 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Café solidário marca 30 anos de voluntariado da associação Mutirão do Amor em Joinville

Grupo formado em 1983 trabalha na produção de roupas de bebês para doação às famílias carentes da cidade

João Batista (JB)
Joinville
Luciano Moraes/ND
Além de exercer a solidariedade, grupo se tornou uma grande família

Cerca de 50 mães atendidas por mês, 600 enxovais entregues por ano e mais de três mil peças distribuídas anualmente para bebês de famílias de comunidades carentes de Joinville e região. Em 30 anos de atividades, o Mutirão do Amor soma, mais que números, muitos sentimentos, multiplicando amor, afeto e solidariedade pelo trabalho das mãos dedicadas de 50 voluntárias da entidade fundada em junho de 1983 por Mery Paul. As comemorações de três décadas de voluntariado começam nesta quinta (11), às 15h30, na Sociedade Glória, com o tradicional café anual, que visa arrecadar recursos para manter a associação.

“Graças ao apoio de empresas e da comunidade que nós conseguimos chegar aos 30 anos com esse trabalho. Não sou só eu. É minha equipe toda, porque uma andorinha só não faz verão. Todas voluntárias estão imbuídas no mesmo propósito de fazer o bem sem olhar a quem, dando um pouco de alento para as gestantes”, reflete Mery. Além do café nesta quinta-feira, com sorteio de brindes e desfile de moda, a entidade ainda programa para junho um baile festivo para celebrar o aniversário junto com voluntários, parceiros e amigos.

“Para nós é uma grande satisfação comemorar essa história. Precisamos continuar alimentando esse sentimento de amor”, completou a fundadora do grupo, que aos 76 anos mantém aquecida a disposição e alegria em ajudar. O trabalho do mutirão, que se reúne todas as terças-feiras na sede situada no Saguaçu, é focado na confecção de agasalhos para bebês, embora eventualmente o grupo também colabore na arrecadação de cestas básicas e roupas.  A motivação para o trabalho tem origem nas cheias que afetaram o Estado, especialmente a região do Vale do Itajaí, em 1983.

Na época, Mery mobilizou as primeiras seis voluntárias, que ajudaram inicialmente com o envio de mantimentos para as famílias atingidas. Como havia uma necessidade maior pela falta de roupas para bebês, o grupo passou a fazer os enxovais, iniciando o fio de uma trajetória nascida em meio à tragédia, mas costurada com mãos e corações solidários. Hoje, além de atender às crianças, em parceria com maternidades, igrejas e outras entidades, a associação se fortalece como grupo de convivência, mantendo as voluntárias em plena atividade, longe das mazelas típicas da terceira idade.

Voluntariado e gratidão

É pela dedicação das simpáticas senhoras do Mutirão do Amor que os fios de lã, novelos, tecidos e retalhos se transformam em casaquinhos, mantas, travesseiros, sapatinhos, cobertores e blusinhas. As roupas são organizadas em kits com 40 peças cada. Após montados, os enxovais são encaminhados para doação, seguindo os cadastros da entidade. Uma das voluntárias mais idosas do grupo, Gerda Lazareth, 88 anos, confessa que as atividades no mutirão a tiraram de uma depressão há 16 anos, quando recebeu o convite para participar. “Me encantei com o trabalho. Aqui você chega e recebe o abraço como se fosse uma grande família. Estou muito contente em poder participar e, na minha idade, ainda ajudar os outros”.

Já Arlete Schmalz, 78, uma das pioneiras, está envolvida com as atividades desde que o grupo usava a sala de jantar da casa de Mery Paul como ateliê de costura e as doações eram entregues pessoalmente de Kombi. Com a sede própria construída há quatro anos, o sentimento hoje é de gratidão. “Em todos esses anos que estivemos juntos, sempre contamos com gente boa nos ajudando, por isso só temos a agradecer. Me sinto realizada. Valeu e continua valendo a pena, até quando as forças nos ajudarem”, considerou ela, que se dedica em orientar as novas integrantes e supervisionar o trabalho na “linha de produção”.

Convite:

Café Solidário – Mutirão do Amor

Dia 11 de abril (quinta-feira), às 15h30, na Sociedade Glória

Ingresso: R$ 25

Informações: 3804-1675

Mutirão do Amor Associação Beneficente – Rua Ewald Quandt, 120, Saguaçu

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade