Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Após período de estiagem, chuva volta a Santa Catarina nesta semana

De acordo com o Climaterra, pancadas mais significativas podem acontecer a partir de quinta

Redação ND
Florianópolis
25/09/2017 às 11H38

Após um período de estiagem, Santa Catarina deverá voltar a ter chuva nesta semana. De acordo com o Climaterra, pancadas mais significativas estão previstas a partir de quinta-feira (28) em todas as regiões.

A segunda-feira (25) já começou nublada no Litoral, com registro de chuva. “O vento nordeste traz a umidade do mar para a orla, por isso essa região está mais encoberta. Até quarta (27), entre a Capital e o Norte do Estado, o tempo fica predominantemente nublado, podendo ter chuviscos e também períodos de melhoria com aberturas de sol”, diz o engenheiro agrônomo do Climaterra, Ronaldo Coutinho.

Chuva foi registrada na manhã desta segunda, em Florianópolis - Daniel Queiroz/ND
Chuva foi registrada na manhã desta segunda, em Florianópolis - Daniel Queiroz/ND


De acordo com ele, uma nova frente fria deverá entrar no Estado na quinta-feira, trazendo chuva com chance de trovoadas até o sábado (30), em todas as regiões.

As temperaturas ficam amenas em relação à semana passada. Em Florianópolis, as mínimas devem ficar entre 17°C e 18°C e as máximas de 23°C a 26°C ao longo da semana. Conforme Coutinho, também há uma tendência para que outubro comece com temperaturas abaixo da média.

“Poderemos ter frio de inverno no começo de outubro, com marcas próximas das negativas na Serra e de 9°C a 11°C em Florianópolis, o que é difícil acontecer nesta época do ano”, comenta o engenheiro agrônomo.

Granizo

Conforme Coutinho, também começa a ficar mais comum a chamada “chuva de primavera”, com pancadas mais intensas que podem vir acompanhadas de granizo, como a que aconteceu em Xanxerê, no Oeste catarinense, na tarde deste domingo (24). De acordo com a Secretaria de Estado da Defesa Civil, cerca de 30 imóveis foram afetados pelo granizo e duas empresas apresentaram danos. Foram entregues aproximadamente 2.000 m² de lona às famílias atingidas.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade