Publicidade
Terça-Feira, 18 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Ainda sem identificação o homem abandonado dia 15 de março em hospital de Joinville

Cadeirante que sofre de sequelas de um acidente vascular cerebral foi deixado em corredor por dois homens

João Batista (JB)
Joinville
Divulgação/ND
Homem abandonado não consegue falar nem andar

 

O Hospital Regional Hans Dieter Schmidt está à procura de um abrigo que possa receber o cadeirante que foi abandonado no corredor da unidade há quase um mês, em 15 de março. O paciente, que continua internado e sem identificação, foi deixado por dois homens desconhecidos. A Polícia Civil está investigando os possíveis envolvidos com base nas imagens registradas pela câmera de segurança. Impossibilitado de falar e andar devido às sequelas de um AVC (acidente vascular cerebral), o homem está sob cuidados da enfermagem no setor clínico do hospital. A situação dele é considerada estável, embora ele dependa totalmente de terceiros para a higiene pessoal. De acordo com a assessoria do hospital, o cadeirante tem ainda dificuldade para comer e usa fraldas geriátricas. Informações levantadas pela direção apontam que o paciente esteve internado no Hospital São José entre os dias 19 de fevereiro e 13 de março, em decorrência do derrame. O homem, à época identificado apenas como Natanael, teria sido encaminhado por funcionários de uma casa de recuperação de Barra Velha, para onde voltou após receber alta. Dois dias depois, no dia 15, ele apareceu no Regional. O hospital tentou encaminhar o paciente para a instituição de Barra Velha, mas como se trata de uma entidade para tratamento de dependentes químicos, preferiu mantê-lo internado até encontrar um local onde ele possa ter os cuidados especiais adequados. Informações sobre o homem, sejam de familiares ou de conhecidos, podem ser repassadas ao hospital nos telefones 3461-5572 e 3461-5573 (Serviço Social) ou 3461-5500 (central telefônica).

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade