Publicidade
Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 19º C

4ª Convenção Internacional de Tatuagem Joinville traz mais de mil tatuadores à cidade

Além de atrações internacionais, programação também inclui shows, workshops e concursos

Juliane Guerreiro
Joinville
22/11/2016 às 23H50

Se Joinville é conhecida por ser uma cidade conservadora em algumas questões, no que diz respeito a tatuagens e modificações corporais não é mais. Ao menos é assim que pensa Sandro Chaves, o Maga, organizador da 4ª Convenção Internacional de Tatuagem de Joinville, que começa na próxima sexta-feira (25) e segue até domingo (27), na Expoville.

“Joinville já foi uma cidade conservadora, mas hoje em dia não tem mais isso. A cidade aceita bem a tatuagem e o espaço vem crescendo nos últimos dez anos”, avalia Sandro, ou Maga, como é conhecido o tatuador. É apostando neste espaço que Joinville chega à quarta edição do evento com 300 estandes e cerca de mil tatuadores participantes.

Maga conta que a cidade catarinense já é conhecida mundialmente pela convenção, que reúne tanto pessoas tatuadas e com o corpo modificado como curiosos desta arte. “60% do público são pessoas que gostam da cultura da tatuagem, enquanto o restante é um público curioso sobre o evento”, explica.

A convenção traz à cidade atrações internacionais, como o uruguaio Victor Peralta, o homem mais modificado do mundo, de acordo com o Guinness Book, e María José Cristerna, conhecida como a Mulher Vampira Mexicana, que fez do seu corpo um modo de chamar a atenção contra a violência doméstica, além de artistas que irão tatuar durante o evento. 

“Convidamos profissionais de muita projeção e que estarão no evento para compartilhar as tendências que estão aplicando em seus países. É uma grande oportunidade do público interagir e se tatuar com esses grandes nomes”, ressalta Maga.

"Mulher Vampira Mexicana" é uma das atrações do evento - Divulgação/ND


Programação extensa

Além de workshops e shows musicais, a programação ainda inclui três concursos. No “Musa Brasil”, dez candidatas disputam o prêmio de tatuada mais bela do país, enquanto no “Miss Pin-Up” as dez mulheres inscritas devem destacar os ares clássicos e o estilo vintage nas roupas, cabelo e maquiagem. Já no Concurso de Tattoos, será escolhida a tatuagem mais bonita entre vinte categorias. É possível se inscrever no local, mas o candidato deve ficar atento ao período de inscrições de cada categoria, disponível no site do evento.

Na sexta-feira, a convenção começa às 13h e segue até as 22h. No sábado e domingo, os portões abrem às 11h e fecham às 22h. “São várias coisas, exposições, espaço para crianças, praça de alimentação, shows, campeonato de skate, espaço pra arte: é um evento multicultural, para a família inteira. Se quiser ficar o dia inteiro, tem coisa pra fazer o dia inteiro”, anima Maga. Os ingressos custam R$ 15 mais um quilo de alimento, ou R$ 20 sem a contribuição. É possível comprar antecipadamente nas lojas credenciadas, por R$ 10 mais um quilo de alimento.

Tatuagens feitas na hora

Quem quiser experimentar as agulhas, pode se tatuar durante o evento. Neste caso, a organização orienta que a pessoa leve o desenho pronto do que quer tatuar ou algo parecido com a tatuagem desejada. Além disso, os tatuadores têm “flashs”, desenhos prontos disponíveis para tatuar.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade