Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

JEC contrata "novo matador"

Série C. Artilheiro da competição no ano passado, Bruno Rangel chega com a missão de substituir o ídolo Lima

Redação ND
Joinville

        

Cedoc/ANN/ND
Bruno Rangel marcou oito gols pelo Paysandu-PA, no ano passado, pela Série C

 

       O artilheiro da Série C do ano passado é a aposta do JEC em 2011 para substituir o goleador Lima, lesionado. Bruno Rangel, 29 anos, atacante que estava no Guarani-SP, rescindiu contrato ao meio-dia de ontem em Campinas (SP) e chegou a Joinville às 19h do mesmo dia. Hoje, às 10h, será apresentado oficialmente como novo reforço do JEC.

      O jogador tem características semelhantes à de Lima: se movimenta bastante, é artilheiro e estava em atividade. Além do Guarani, Bruno teve passagens por Paysandu-PA (onde conseguiu a artilharia da Série C), Americano-RJ, Angra dos Reis-RJ, Macaé-RJ, Ananindeua-PA, Bonsucesso-RJ, Baraúnas-RN e Águia-PA.

     No Guarani, começou o ano jogando ao lado de Marcos Denner, hoje atacante do Brasil-RS. Sob o comando de Argel Fucks (ex-técnico do Criciúma), fez alguns jogos como titular, mas a mudança de técnico no Bugre prejudicou o jogador.

       Em seguida, com a chegada de Giba (ex-JEC), Bruno, definitivamente, perdeu espaço. Ao todo, foram 17 jogos pelo Guarani – nove como titular e oito como reserva – e apenas um gol marcado.

         O técnico Arturzinho ainda não sabe se irá utilizar o atacante desde o começo da partida contra a Chapecoense, no próximo domingo, às 16h, na Arena. O JEC trabalha para deixar o jogador em condições legais de jogo. “Se vier em condições excepcionais fisicamente, poderá fazer parte do grupo. Mas precisamos aguardar para saber como ele está”, afirmou Arturzinho.

      Além de Bruno, o treinador espera ter o reforço de mais um atacante. Hoje, o elenco tem quatro opções – Ronaldo Capixaba, Eraldo, Aldair e Bruno. “Se mais alguém se lesionar, voltaremos a ter apenas três”, explicou.

Comissão técnica muda rotina de treinos dos jogadores

         A comissão técnica do Joinville tem feito algumas ações para manter o grupo motivado durante as atividades físicas, consideradas mais monótonas pelos jogadores. Na semana da decisão da Copa SC, o elenco viajou até São Francisco do Sul e trabalhou na Praia Grande. Ontem, foi a vez dos atletas visitarem uma academia da cidade, no período da tarde.

       Lá, durante 45 minutos, os jogadores fizeram aula de RPM Cycling. O RPM Cycling é uma atividade que busca melhorar a capacidade aeróbia (condicionamento físico) e resistência anaeróbia (força muscular). Ao som de músicas eletrônicas, os atletas executaram o treino em bicicletas fixas, num ambiente fechado.

      Segundo o preparador físico do JEC, Reverson Pimentel, o mesmo tipo de treino é feito no campo, mas experiência em outro local ajuda a animar os jogadores. “Sabíamos que, devido à logística da viagem de retorno de Pelotas (RS), precisávamos fazer um trabalho regenerativo e de força. Optamos pelo RPM porque ele ajuda a prevenir lesões e é uma atividade com mesma força e capacidade das realizados no gramado”, explicou.

      Apenas três jogadores estiveram ausentes da atividade. O meia Ramon volta a treinar com o grupo no trabalho de hoje. O jogador tratava um desequilíbrio muscular. O volante Glaydson se recuperava de uma lesão no músculo adutor da coxa e, a exemplo de Ramon, também deve ser liberado hoje. O lateral Gilton, com um hematoma na coxa, é outro que se recupera bem. Ele será reavaliado e, se for liberado, volta a treinar normalmente.

TRICOLORES

OFERECIDOS

       O JEC trouxe Bruno Rangel, mas nomes como os atacantes Nádson (ex-Vitória-BA), Clodoaldo (ex-Criciúma), Carlinhos Bala (ex-Sport-PE) e Ricardo Xavier (ex-Náutico-PE) também foram oferecidos ao Tricolor. Alguns deles não vieram porque tem salários acima do padrão tricolor.

RECORDE

      O técnico Arturzinho colocou seu nome na história do JEC. Ele superou Alcino Simas e Gelson da Silva como o treinador mais tempo invicto desde o começo do trabalho. A marca anterior era de seis jogos.  Hoje, Arturzinho soma sete partidas. Os números são do estatístico Anderson Miranda.

ARBITRAGEM

      A CBF divulgou ontem o trio de arbitragem para o jogo entre Joinville e Chapecoense, domingo, às 16h, na Arena. O árbitro será Anderson Daronco (RS). Ele terá como assistentes Marco Antônio Martins e Rosnei Hofmann Scherer, ambos de Santa Catarina.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade