Publicidade
Quarta-Feira, 14 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 30º C
  • 22º C

Figueirense é vice-líder do Brasileiro da Série B pelo número de cartões amarelos

Alvinegro tem os mesmos pontos e saldo de gols do Fortaleza, mas está atrás do clube cearense no quesito cartões. O time de Florianópolis foi advertido seis vezes, contra cinco da equipe do Nordeste

Redação ND
Florianópolis
22/04/2018 às 20H07

Com 100% de aproveitamento no Brasileiro da Série B, o Figueirense tem os mesmos seis pontos e o saldo de gols do Fortaleza (CE), mas está atrás do clube cearense no quesito cartões amarelos. O time de Florianópolis foi advertido seis vezes, contra cinco da equipe do Nordeste. Com mais uma atuação impecável do goleiro Denis e do meia-atacante Jorge Henrique, o Alvinegro bateu o Goiás por 2 a 0, sábado (21), em Goiânia (GO), sem a presença do atacante André Luís, que sentiu um desconforto muscular no aquecimento. Na próxima sexta-feira (27), às 19h15min, o Figueirense recebe o Boa Esporte, na capital catarinense.

Betinho (C) foi um dos atletas do Figueirense com cartão amarelo  - Carlos Costa/Futura Press/Folhapress/ND
Betinho (C) foi um dos atletas do Figueirense com cartão amarelo - Carlos Costa/Futura Press/Folhapress/ND

Para o técnico Milton Cruz, os jogadores estão focados com o objetivo de retornar para a elite do futebol brasileiro. “Com exceção do André Luís, que sentiu durante o aquecimento, basicamente conseguimos repetir o mesmo time pelo terceiro jogo seguido. Os jogadores estão com os pés no chão, demonstrando uma união, onde os atacantes auxiliam os laterais e vice-versa”, comentou o treinador.

A vitória do Alvinegro começou a se desenhar aos 18 minutos do 1º tempo. O goleiro Marcelo Rangel saiu jogando com o zagueiro Eduardo Brock, que tentou devolver o passe e acabou dando uma assistência para Jorge Henrique. O meia aproveitou a bobeira e tocou de primeira para o gol vazio.

Cinco minutos depois, o atacante Henan teve a oportunidade de ampliar, mas a bola passou entre as suas pernas. A melhor chance do Goiás foi o cabeceio do atacante Michael, que o goleiro Denis só observou.

Na etapa final, o Figueirense fez o segundo gol após a cobrança de escanteio. Com a bola na área, o zagueiro Nogueira pulou com o atleta Madison, do Goiás, que cabeceou contra o próprio gol. A partir daí, o goleiro Denis fez quatro grandes defesas e assegurou mais uma vitória do Furacão do Estreito.

Milton Cruz destacou o bom desempenho de Jorge Henrique. “O Jorge é um atleta dos grande jogos, porque você vê que ele aparece mais nestas situações. Apesar dos 35 anos, ele corre o campo todo e sempre aparece para receber a bola. Para evitar o desgaste desnecessário, ele vem jogando atrás dos atacantes e faz excelentes jogos”, afirmou o treinador.

A dúvida no Figueirense fica sobre a lesão de André Luís, que deve passar por uma bateria de exames.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade